RADAR/LANCE!
01/04/2016
10:37
São Paulo (SP)

Uma operação da Polícia Civil na Vila Nova Cachoeirinha, Zona Norte de São Paulo, resultou na prisão de Deivison Correa, que é integrante da torcida organizada do Palmeiras Mancha Alviverde, na manhã desta sexta-feira.

Deivison, de 26 anos, é acusado de ter participado do espancamento do presidente e secretário da Gaviões da Fiel, torcida uniformizada do Corinthians, no início deste mês. 

Rodrigo de Azevedo Lopes, conhecido como Diguinho, presidente da Gaviões, e Cristiano de Morais, teriam sido alvos de uma emboscada em um supermercado no bairro da Barra Funda, no dia 2 de março.

Pessoas que testemunharam o ato violento, na ocasião, ligaram para a Polícia Militar e denunciaram a placa do carro dos agressores - que foi identificado como propriedade da mãe de Deivison e também foi apreendido, nesta sexta. 

Esta não é a primeira que Deivison Correa se envolve em confusão e é levado pela polícia. Em 2009, ele, que é responsável pela escolta da Mancha (segundo informações das investigações), ficou duas semanas preso acusado de ter agredido Vagner Love, atacante do Verdão na época.

Em 2012, de acordo com informações da polícia, Deivison esteve envolvido em um briga que resultou na morte de um torcedor palmeiras, que também era da organizada, na avenida Inajar de Souza.