Fabio Suzuki
09/07/2016
12:50
São Paulo (SP)

Três anos depois de sua criação, o grupo Bom Senso FC chegou ao fim. Neste sábado, a "Folha de São Paulo" trouxe a informação do término do movimento de jogadores. A informação foi confirmada pelo LANCE!.

Os atletas presentes no grupo não mais darão a cara para criticar a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Diretor-executivo do Bom Senso, Enrico Ambrogini falou sobre o futuro do movimento.

- Os jogadores não darão mais a cara. Eu e o Ricardo (Borges, outro diretor) continuaremos tocando pautas de melhorias do nosso futebol, mas ainda não sabemos se como Bom Senso ou novo grupo - revelou Ambrogini, que deu explicações sobre as dificuldades, ao LANCE!.

- Falta de recurso, tanto financeiro quanto humano. Eu e Ricardo estamos em pautas mais aprofundadas, que não nos dá tempo para dedicação a algumas tarefas básicas do movimento, como representação em Brasília, reunião de jogadores e escolha de novas bandeiras - completou. 

Ao logo da existência do grupo, foram gastos aproximadamente R$ 500 mil - investidos em passagens aéreas à Brasília para reuniões sobre o Profut, por exemplo.

MAIS SOBRE O BOM SENSO

Em 2013, o movimento colheu mais de 300 assinaturas entre atletas dos principais clubes brasileiros e determinou cinco pontos básicos a serem discutidos com a CBF: calendário do futebol nacional, férias dos atletas, período adequado de pré-temporada, fair-play financeiro e participação nos conselhos técnicos das entidades que regem o futebol nacional.