Grêmio x Chapecoense

          Pedro Rocha é celebrado após marcar o gol que garantiu a vitória (Foto: Pedro H. Tesch/Eleven/Lancepress!)

LANCE!
25/09/2016
17:52
Porto Alegre (RS)

E acabou o jejum de vitórias do Grêmio no Campeonato Brasileiro. Após dois empates e quatro derrotas na competição nos seis jogos anteriores, o Tricolor derrotou a Chapecoense neste domingo, na Arena, por 1 a 0, em duelo válido pela 27ª rodada. O time que lutava pelo título e teve queda acentuada de produção volta a pensar em um retorno ao G4.

Clique aqui e confira como foi o lance a lance do duelo em Porto Alegre.

O Grêmio foi aos 40 pontos, superando a própria Chapecoense, o Botafogo e a Ponte Preta, times que também foram derrotados na rodada, e assumindo oitava colocação. Já a Chape segue com 39 e, agora, na 11ª posição.

PRÓXIMOS JOGOS

O Grêmio voltará a atuar na próxima quarta em casa. contra o Palmeiras, às 21h45, pela ida das quartas de final da Copa do Brasi. Já a Chapecoense, no mesmo dia, mas às 19h15, recebe, na Arena Condá, o Independiente, pela volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana. Na ida, em solo argentino, houve empate sem gols. Já pelo Brasileirão, o Grêmio visita o Cruzeiro no próximo sábado, às 18h30, no Mineirão. A Chape, por sua vez, terá o Vitória como rival no mesmo dia e horário, novamente diante do seu torcedor.

PEDRO ROCHA ABRE O PLACAR NA ARENA

A Chapecoense não esperou o Grêmio em seu campo para, depois, buscar os contra-ataques. Os comandados de Caio Junior trataram de pressionar o Tricolor desde os primeiros minutos, trabalhando bem a bola e tentando envolver a marcação rival. Aos nove minutos, a investida de Kempes terminou com a conclusão de Matheus Biteco, cria do Grêmio. Grohe, atento, espalmou. Eis que o Grêmio, que tinha dificuldade para se impor, foi eficaz em sua primeira chance real de gol logo no minuto seguinte. Jogada iniciada por Pedro Rocha, cruzamento de Walace e conclusão do camisa 32 sem chance para Danilo.

O gol sofrido não fez a Chapecoense mudar de estratégia. A equipe catarinense continuou ficando mais tempo com a bola e tetando transpor a última defensiva do Grêmio. Lourency desperdiçou boa chance, aos 25, errando a conclusão. A Chape terminou o primeiro tempo com mais posse de bola (54% contra 46%), mas não conseguiu ser objetiva como o Grêmio. Grêmio que ainda teria outra oportunidade com Pedro Rocha.

Grêmio x Chapecoense
Biteco, cria do Grêmio e tentando superar Walace, reencontrou o clube             que o revelou(Foto: Ricardo Rimoli/AGIF/Lancepress!)

NADA DE GOLS NA ETAPA FINAL E TRIUNFO GREMISTA

A Chapecoense adotou a mesma tática vista no início do jogo e, nos primeiros minutos da segunda etapa, tentou pressionar o Grêmio. Tática que não surtiu efeito. Seria gremista a primeira chance de gol. Henrique Almeida, tentando se redimir do episódio da última quarta, finalizou bem, mas Danilo mostrou serviço, aos 12.

A entrada de Ailton Canela começou a se mostrar positiva com a sequência do segundo tempo. A Chape, continuando com mais posse de bola, passou a ser perigosa, conseguindo boas investidas. Rafael Lima e, depois, Kempes, quase marcaram em cabeçadas perigosíssimas. O Grêmio conseguiu crescer de produção nos minutos finais, desperdiçando ataques. Faltava tranquilidade e, em alguns momentos, qualidade.  Gols que não fizeram falta. Já a Chape foi valente, mas não conseguiu frustrar o Tricolor, como foi no ano passado.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 1 X 0 CHAPECOENSE

Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
Data-hora: 25/9/2016 – 16h
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (Fifa-PA)
Auxiliares: Márcio Gleidson Correia Dias (PA) e Hélcio Araújo Neves (PA)
Público/Renda: 11.152 pagantes/13.079 presentes/R$ 319.000,00
Cartões amarelos: Walace e Marcelo Grohe (GRE); Danilo e Josimar (CHA)
Cartões vermelhos: Não houve.

Gol: Pedro Rocha, 10'/1ºT(1-0).

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Ramiro, Geromel, Wallace Reis e Marcelo Oliveira; Walace, Jailson, Pedro Rocha (Rafael Thyere, 39'/2ºT), Douglas (Ty Sandows, 44'/2ºT) e Luan; Henrique Almeida (Guilherme, 20'/2ºT) – Técnico: Renato Portaluppi

CHAPECOENSE: Danilo; Gimenez, Rafael Lima, William Thiego e Dener; Josimar, Matheus Biteco e Cleber Santana; Arthur Maia (Ailton Canela, Intervalo) e Lourency (Bruno Rangel, 30'/2ºT); Kempes (Alan Ruschel, 39'/2ºT) – Técnico: Caio Junior