URT x Tricordiano (Foto: Divulgação / URT)

Caso abandone competição, Tricordiano cai automaticamente para Módulo II (Foto: Divulgação / URT)

RADAR / LANCE!
14/03/2016
12:48
Belo Horizonte (MG)

O mistério em torno da sequência da participação do Tricordiano no Campeonato Mineiro gerou mais uma polêmica nesta segunda-feira. A Federação Mineira de Futebol (FMF) enviou um ofício ao clube de Três Corações cobrando uma "decisão irrevogável" do clube sobre a disputa no Estadual, e exigiu especificações que apontem as "manipulações de resultados" apontadas em comunicados.

Em nota, assinada pelo diretor de competições, Paulo Bracks, a FMF deu um prazo até a terça-feira das 19h para o Tricordiano responder às questões:

1 – Se reconhece a página do Facebook, de onde se extrai o referido comunicado, como a oficial do clube. Caso positivo, informar o responsável pelas postagens;

2 – Quais os indícios que demonstram a alegada “manipulação” nos resultados dos jogos do campeoanto;

3 – Se, de fato, pretende o clube, de forma irrevogável e irretratável, cancelar sua participação no campeonato, abandonoando-o.


Em entrevista ao "Estado de Minas", o presidente do Tricordiano, Gustavo Vinagre, garantiu:

- Nós vamos nos reunir hoje (segunda) e marcaremos uma reunião para comunicar a imprensa da nossa decisão.

Caso abandone a competição, o Tricordiano será automaticamente rebaixado para o Módulo II e pode receber multa de R$ 100 mil, segundo o artigo 60 do Campeonato Mineiro.