Paulo Victor Reis
14/06/2017
22:53
Rio de Janeiro (RJ)

Ufa. O sentimento de Zé Ricardo ao apito final de Flamengo 2 x 0 Ponte Preta deve ter sido de alívio. O treinador e o time vinham pressionados pelos maus resultados neste início de Campeonato Brasileiro, mas o Rubro-Negro enfim venceu a primeira partida em casa na competição, na estreia da equipe na Ilha do Urubu, na Ilha do Governador, na noite desta quarta-feira. Réver e Leandro Damião fizeram os gols da partida, que foi válida pela sétima rodada. 

O Flamengo voltou a demonstrar raça após alguns jogos de pura apatia e ficou em paz com a torcida. A Macaca, por sua vez, parecia pouco interessada no duelo e só cumpriu tabela no Rio.


Com a marcação avançada, o Flamengo sufocou a Portuguesa nos minutos iniciais e partiu para cima. O jovem Vinicius Júnior parecia um pouco mais solto do que nos últimos jogos e arriscou algumas boas jogadas individuais. Do outro lado, a Macaca se interessava pelo ritmo mais cadenciado, porém era praticamente inofensiva.

Leandro Damião estava muito a fim de jogo, na expectativa pela chance que lhe desse condições de abrir o placar. No meio, Diego e Éverton ocupavam quase a mesma faixa do campo, causando um pouco de confusão. Com o decorrer do tempo, a Ponte conseguiu equilibrar as ações e esfriou o jogo ainda na primeira etapa. 

Nos minutos finais do primeiro tempo, a Ponte balançou a rede, mas a arbitragem assinalou impedimento de Leo Arthur. Foi um lance no mínimo polêmico. Pouco depois, aos 47, Diego cobrou escanteio da ponta esquerda de ataque e achou Réver na área. O capitão cabeceou muito bem, fora do alcance da defesa adversária e sacudiu a Ilha do Urubu.

O segundo tempo começou num ritmo mais lento do que o primeiro. Com a vantagem no placar, o Flamengo tentava administrar, porém sem perder o interesse em mais gols. Márcio Araújo quase ampliou, mas foi Leandro Damião quem levantou a galera. Vinicius Júnior cruzou da ponta direita para a área, onde o centroavante se antecipou a Aranha para estufar a rede: 2 a 0.

Com a vitória encaminhada, o Flamengo passou a se arriscar menos e conteve as investidas da Ponte Preta. Os visitantes até assustaram em alguns poucos lances, mas a vitória dos donos da casa não foi ameaçada. Ainda houve tempo para a estreia de Conca pelo Rubro-Negro, por poucos minutos em campo. O Fla começou com pé direito na Ilha.

FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO 2 X 0 PONTE PRETA

Local:
Ilha do Urubu, Ilha do Governador (RJ)
Data/hora: 14/6/2017, às 21h
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG-Fifa)
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo (MG) e Pablo Almeida da Costa (MG)
Cartões amarelos: Negueba, Nino Paraíba (PON); Márcio Araújo, Vinicius Júnior (FLA)
Público e renda: 13.006 pagantes / R$ 788.649,20
Gols: Réver, 47'/1°T (1-0); Leandro Damião, 13'/2°T (2-0)

Flamengo: Thiago; Rodinei, Réver, Rafael Vaz e Renê; Márcio Araújo, Cuéllar e Diego (Conca, 37'/2°T); Vinicius Júnior (Pará, 27'/2°T), Everton e Leandro Damião (Vizeu, 43'/2°T). Técnico: Zé Ricardo.

Ponte Preta: Aranha; Nino Paraíba, Kadu, Marllon e João Lucas; Naldo, Elton, Léo Arthur (Jadson, 33'/2°T) e Renato Cajá (Claudinho, 25'/2°T); Lucca e Negueba (Lins, intervalo). Técnico: Gilson Kleina.