Presidente da Federação Bahiana de Futebol, Ednaldo Rodrigues (Foto: Divulgação/ FBF)

Presidente da Federação Bahiana de Futebol, Ednaldo Rodrigues (Foto: Divulgação/ FBF)

RADAR/LANCE!
11/02/2016
13:31
Salvador (BA)

Em meio às críticas pelo excesso de datas dos campeonatos estaduais Brasil afora, a Federação Bahiana de Futebol (FBF) comemora o calendário enxuto da competição local. Após o Carnaval sem rodada, nesta quarta-feira, Vitória da Conquista e Vitória entraram em campo para a abertura da segunda rodada da competição, em jogo isolado – a partida terminou empatada em 1 a 1.

Considerado um dos mais enxutos torneios do país, com apenas 12 datas, Ednaldo Rodrigues, presidente da FBF, exalta o estadual:

- Desde 2013, fazemos o Campeonato Baiano com 12 datas. É o mais enxuto entre os principais estaduais do Brasil. O planejamento da competição faz com que os clubes não joguem no Carnaval, festa muito importante para a Bahia - afirmou.

Além disso, o calendário auxilia na pré-temporada dos 12 clubes participantes da competição – facilitando as férias de 30 dias dos atletas. Outra peculiaridade são as rodadas, em sua grande maioria nos fins de semana, para auxiliar os filiados nas competições regionais e nacionais.

A partir da terceira rodada, todos os jogos acontecerão no sábado ou domingo. Com 12 datas, os três participantes baianos na Copa do Nordeste - Bahia, Vitória da Conquista e Juazeirense - terão maior tempo de descanso para se concentrar na grande competição da região.