Footlink

Divulgação

LANCE!
17/07/2017
12:59

Um evento realizado nesta segunda-feira, às 18h30, em Botafogo, no Rio de Janeiro, discutirá a gestão das categorias de base no futebol brasileiro. O Footlink contará com as presenças de Marcelo Teixeira, diretor do Fluminense, Manoel Renha, coordenador das categorias de base do Botafogo, Eduardo Freeland, gestor das categorias de base do Cruzeiro, e Felipe Ximenes, diretor executivo com passagens pela dupla Fla-Flu, mas atualmente sem clube.

Paulo Angioni, executivo de futebol responsável pelo encontro, falou sobre a expectativa e a importância de se debater o tema.

- A gestão em Categorias de base é um dos temas mais interessantes e importantes para discutirmos. Isso porque o futebol brasileiro tem muitos altos e baixos. Durante muitos anos o trabalho nas divisões de base era muito significativo para nós, mas em um dado momento, com a saída de bons jogadores brasileiros para o exterior, houve uma ideia de que nós estávamos precisando de jogadores renomados, de grandes craques consagrados. Com isso, houve um aumento substancial nas receitas do futebol para a vinda desses jogadores brasileiros do exterior para cá.

Segundo Paulo, a vinda de jogadores sul-americanos para o Brasil tem sido um dos fatores que atrapalham o desenvolvimento de jovens promissores.

- Todas essas coisas deixaram o trabalho na base para trás, culminando agora mais recentemente com a entrada no futebol brasileiro de jogadores de países que não tinham tanto conceito no Brasil. Mas como os clubes precisavam contratar em determinadas posições, passou-se a recorrer a estes mercados, deixando mais uma vez as divisões de base de lado. Mas hoje retomamos este caminho - disse.

Essa será a 22ª edição do Footlink, que conta com presenças de profissionais renomados de várias áreas do esporte. Em média, o evento tem a participação de 150 pessoas.