Edilson Grêmio

              Edílson ficou com a bandeirinha até um segurança do Inter tirar o objetivo de sua posse (Reprodução)

LANCE!
03/07/2016
13:29
Porto Alegre (RS)

Sobrou comemoração dos jogadores do Grêmio após a vitória no Gre-Nal 410 deste domingo, em pleno Beira-Rio. E a comemoração que se destacou foi a do lateral-direito Edílson, que foi até advertido com o cartão amarelo. Ele ainda defendia o Corinthians quando Eduardo Sasha – após o título do Gauchão deste ano do Colorado contra o Juventude –  "dançou" uma falsa com uma bandeirinha de escanteio em alusão aos 15 anos do Grêmio sem títulos nacionais. E tal dança foi "devolvida" por Edílson. Sobrou provocação até do perfil do Grêmio no Twitter.


Em sua segunda passagem pelo Grêmio e bastante identificado com a torcida gremista, Edílson não titubeou assim que o árbitro Dewson Fernando Freitas da Silva (Fifa-PA) colocou um ponto final no clássico: pegou a mesma bandeirinha utilizada por Sasha e fez a sua dança. Para o consequente delírio dos gremistas. Um segurança colorado não gostou, foi atrás e tomou o objeto das mãos do lateral. A provocação devolvida por Edílson rendeu ao camisa 33 o cartão amarelo de Dewson Fernando Freitas da Silva.

Mas Edílson não havia terminado e, antes de ganhar o vestiário, provocou Argel. Em áudio vazado na noite da última quinta-feira, o treinador colorado garantiu que seu desejo era "passar o trator por cima dos caras", se referindo ao Grêmio, no clássico. Declarações que foram minimizadas pelos dois lados antes do Gre-Nal.

– O trator fundiu o motor – disse o lateral-direito gremista.

A "flauta" gremista foi vista até nas redes sociais. O perfil do Grêmio no Twitter publicou a imagem de um trator no campo com a legenda "Encerrada a lida no campo! Internacional 0x1 Grêmio", em clara referência aos dizeres de Argel.