Eduardo - Internacional (Foto: Divulgação)

Eduardo, nos tempos de Internacional: jovem zagueiro já conquistou dois Gaúchos (Foto: Divulgação)

RADAR/LANCE!
04/08/2016
13:12
Recife (PE)

Com apenas 20 anos, o promissor zagueiro Eduardo virou protagonista de um ruído na relação entre Internacional e Náutico. Isso porque, Marcílio Sales, diretor de futebol do clube pernambucano, acusou o presidente do Colorado, Vitorio Piffero, de chantagem no pedido de retorno do defensor, que estava emprestado, a Porto Alegre.

- (Piffero) falou com o atleta, exigiu a presença do jogador lá e disse que, se não fosse, iria punir Eduardo. Chantageou. Eduardo ligou para ele, dizendo que não gostaria de voltar, que estava feliz, gostou muito do Náutico, mas eles fizeram isso - disse ao site "Globoesporte.com".

Ainda com o dedo no gatilho, Marcílio Sales disse que a atitude de Piffero não é novidade, além de afirmar que o Internacional "merecia um presidente melhor".

- Eles já fizeram isso com Derley, Wellington Tanque, Zé Mário. E agora fizeram com Eduardo. Mas o Internacional é uma instituição. Não podemos julgar o clube por atos de pessoas que estão momentaneamente. O Internacional é muito maior que o presidente que tem. É um clube que merecia um presidente melhor - salientou Sales.

O dirigente do Timbu ainda garantiu que não havia cláusula de liberação no contrato de empréstimo. E, segundo ele, isso deixou Eduardo em "uma situação delicada".

- Não tinha acordo verbal. Tudo tem que constar em contrato. Eles queriam colocar essa cláusula inicialmente e não aceitamos. Colocaram o atleta em uma situação delicada - afirmou. 

Integrado ao elenco colorado, Eduardo deve ser relacionado para o duelo diante do Fluminense, neste domingo, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro.