Sport x América-PE (Foto: Williams Aguiar / Sport)

Trabalho do América-PE na base é exaltado (Foto: Williams Aguiar / Sport)

Vinícius Faustini
04/02/2016
16:20
Recife (PE)

O vice-presidente do América-PE, Carlos Muniz Filho, não escondeu o otimismo de que a equipe possa ter um bom rendimento no Hexagonal Final do Pernambucano. Em entrevista nesta quinta-feira, ao LANCE!, o dirigente destacou a forma como o Mequinha minimizou o favoritismo do Sport para quebrar o tabu de 43 anos sem vitórias:

- Infelizmente, a imprensa menospreza o trabalho de base da gente. A disparidade da folha salarial dá ao Sport a obrigação de ganhar, e nós tentamos os contra-ataques. Mas conseguimos fazer bem ontem (quarta-feira), e vamos continuar lutando. 

De acordo com Muniz, o América-PE segue sua caminhada com tranquilidade, mas sonha alçar voos mais altos:

- O time está consciente do que tem feito para manter o ano inteiro. A gente sabe onde quer chegar e, se puder avançar para o quarto colocado, será ótimo. Quem sabe, podemos sonhar com uma vaga na Copa do Brasil e na Copa do Nordeste de 2017.

O vice-presidente do América-PE ainda apontou as dificuldades que o clube, único de menor investimento do Recife a disputar o Estadual, tem de arcar:

- Os demais clubes são do interior, têm investimento das prefeituras, e a gente não tem isto. Lidamos com uma carga muito grande de investimento a cada jogo.