Fernando Diniz

Fernando Diniz conduziu o Audax às semifinais do Paulista (Foto: Site oficial do Audax)

RADAR/LANCE!
18/04/2016
15:50
São Paulo (SP)

O Audax vem fazendo uma grande campanha no Paulistão deste ano. Sua última façanha foi golear o São Paulo por 4 a 1, no último domingo, e avançar para a semifinal da competição. E um dos destaques do time está fora de campo, o técnico Fernando Diniz. O treinador disse que teve grandes inspirações e contou como é sua relação com os jogadores.

- Bebi de várias fontes. A minha inspiração sempre foi a melhor possível para fazer que meus jogadores se sentissem bem e jogassem o melhor futebol. Todos sonham em ser grandes jogadores e esse sonho eu procuro resgatar. Ninguém vai ser um Messi, um Neymar. Mas odos trazem um craque dentro de si e a gente procura acender a chama. Isso é bonito. Mas é preciso trabalho, eles ralam muito, são cobrados ao extremo, mas são amados ao extremo também. Essa relação com o jogador é a mola mestra do trabalho e precede a questão tática – contou o técnico em entrevista ao programa Bate Bola, da ESPN. 

Ganhando destaque no cenário nacional com o trabalho no clube de Osasco, Fernando Diniz diz que não tem pressa em assumir um grande do futebol brasileiro. O treinador que tudo na vida precisa ocorrer normalmente.

- Meu time grande é o Audax. Não tenho pressa para que as coisas aconteçam, nem quero ir devagar demais. Amo o que faço e quero contribuir na formação profissional. As coisas ocorrem de maneira natural, quando chegar a chance em um time grande, a tendência é que dê certo. Quando estava na na A3 disseram que na A2 não dá certo. Fui na A1 e disseram: não dá certo. Em time grande a tendência é que meu trabalho dê certo. Jogador de time grande também quer jogar bem e eu busco isso nos meus times - frisou.