RADAR/LANCEPRESS!
22/11/2015
21:58
Recife (PE)

No empate em 0 a 0 contra o Atlético-PR, na Ilha do Retiro, o Sport chegou ao gol do adversário em nada menos que 20 vezes. Em seis oportunidades, a bola foi em direção à meta do goleiro Weverton, grande responsável pelo placar sem gols. Em outros momentos, o time pernambucano pecou na falta de capricho ou parou na trave e viu uma ótima chance de colar no G4 ir embora. Com o resultado, o time rubro-negro foi aos 53 pontos e fica a três do São Paulo.

- Olha, fica difícil (sonhar com a Libertadores). A gente tinha a convicção de que precisava ganhar em casa. A equipe do Atlético-PR veio aqui para segurar o jogo, jogar sem responsabilidade. A gente pressionou, buscou, claro que a gente fica mais forte quando tem o torcedor, porque ele bota pressão, ele cobra. Mas a equipe lutou, tivemos lances perigosos, mas tem dia que a bola não entra. Estamos de parabéns porque temos lutado – falou Diego Souza.

Para ainda sonhar com o G4, o Sport precisa vencer seus dois últimos compromissos no ano e torcer para tropeços de São Paulo, Internacional e Santos, que não podem vencer. Mas para isso, o Leão não terá vida fácil. Na penúltima rodada, vai enfrentar o líder Corinthians, novamente na Ilha do Retiro, e encerra o Brasileirão jogando contra a Ponte Preta, em Campinas.