icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/08/2015
09:04

Pilares da defesa do Santos, o lateral Victor Ferraz e o zagueiro David Braz conhecem dois dos principais protagonistas do ataque do Corinthians de longa data: Renato Augusto e Vagner Love.

David Braz e Vagner Love atuaram juntos em dois clubes: Palmeiras e Flamengo. Por isso, o camisa 14 sabe bem quais os perigos do centroavante.

– Conheço ele muito bem, sei o potencial dele. Ele tem velocidade, finaliza bem, gira bem, mesmo sendo baixinho. Vi ele fazer muito isso.

– Até ele mesmo sabe que não estava rendendo tudo que podia, mas depois de ter feito dois gols contra o Cruzeiro ele está mais motivado, então devemos entrar ligados – alertou Braz.


(Love à esquerda, jogou em dois clubes com David Braz, à direita)

Já Victor Ferraz conhece Renato Augusto há dez anos, desde o tempo em que os dois jogavam futsal. O lateral santista representou a Seleção de Recife em um torneio interestadual, enquanto o camisa 8 do Timão o Rio de Janeiro.

– Disputávamos futsal interestadual quando éramos garotos e eu marquei ele. No último jogo até falei: “olha eu aqui te marcando de novo, igualzinho há dez anos”.

Questionado se já teve que dar uma entrada mais dura em Renato Augusto no tempo das quadras, Ferraz não pestanejou.

– Eu chegava, né. Tinha que chegar sempre – brincou.


(Renato Augusto, esquerda, começou no Flamengo, e Victor, direita, no Iraty)

Pilares da defesa do Santos, o lateral Victor Ferraz e o zagueiro David Braz conhecem dois dos principais protagonistas do ataque do Corinthians de longa data: Renato Augusto e Vagner Love.

David Braz e Vagner Love atuaram juntos em dois clubes: Palmeiras e Flamengo. Por isso, o camisa 14 sabe bem quais os perigos do centroavante.

– Conheço ele muito bem, sei o potencial dele. Ele tem velocidade, finaliza bem, gira bem, mesmo sendo baixinho. Vi ele fazer muito isso.

– Até ele mesmo sabe que não estava rendendo tudo que podia, mas depois de ter feito dois gols contra o Cruzeiro ele está mais motivado, então devemos entrar ligados – alertou Braz.


(Love à esquerda, jogou em dois clubes com David Braz, à direita)

Já Victor Ferraz conhece Renato Augusto há dez anos, desde o tempo em que os dois jogavam futsal. O lateral santista representou a Seleção de Recife em um torneio interestadual, enquanto o camisa 8 do Timão o Rio de Janeiro.

– Disputávamos futsal interestadual quando éramos garotos e eu marquei ele. No último jogo até falei: “olha eu aqui te marcando de novo, igualzinho há dez anos”.

Questionado se já teve que dar uma entrada mais dura em Renato Augusto no tempo das quadras, Ferraz não pestanejou.

– Eu chegava, né. Tinha que chegar sempre – brincou.


(Renato Augusto, esquerda, começou no Flamengo, e Victor, direita, no Iraty)