Cruzeiro x Vitória

Cruzeiro vence no Mineirão e ameniza momento conturbado (Foto: Dudu Macedo/Fotoarena/LANCE!Press)

RADAR/LANCE!
20/07/2016
23:40
Belo Horizonte (MG)

O Cruzeiro voltou a vencer o Vitória no confronto pela terceira fase da Copa do Brasil. Assim como no jogo de ida, o time mineiro bateu o rubro-negro baiano por 2 a 1. Nesta quarta-feira, no Mineirão, o time comandado pelo português Paulo Bento contou com gols de Bruno Ramires e Ábila, enquanto os visitantes descontaram com Marinho. Adversário das oitavas de final será conhecido através de um sorteio. 

O JOGO 
Mesmo com a vantagem conquistada no jogo de ida, foi o Cruzeiro que começou tomando a iniciativa do jogo e criando as melhores oportunidades. A primeira boa chegada foi com o atacante Rafael Sóbis, que invadiu a área e bateu cruzado, assustando Caíque. Pouco tempo depois, o goleiro do time baiano fez boa defesa após chute de Lucas. No lance seguinte, o lateral cruzou na medida para Bruno Ramires completar de joelho e marcar o primeiro gol como profissional.

Com pouca criatividade e movimentação no setor de meio-campo, o Vitória apostava nas jogadas pelo alto, porém, a defesa mineira estava ligada e conseguia afastar o perigo. Em um das poucas chances, a bola sobrou para Kanu e o zagueiro quase marcou pegando de primeira. Antes do fim da etapa inicial, Marinho fez grande jogada, mas parou nas mãos de Fábio. Equipe da casa foi para o vestiário vencendo pelo placar mínimo.

O treinador Vagner Mancini mexeu na equipe para tentar buscar o empate, mas logo no primeiro minuto do segundo tempo tudo piorou. Ábila recebeu, cortou Victor Ramos da jogada e mandou uma bomba para ampliar o placar, marcando o seu primeiro gol pela Raposa. Aos 12, Rafael Sóbis também levou perigo para Caíque, batendo de esquerda. Marinho respondeu em seguida, mas bateu para fora. 

Aos 24, Diego Renan esteve perto de diminuir para o time visitante, desperdiçou uma cobrança de pênalti, que Fábio foi buscar no canto esquerdo. No rebote, Ramallo ainda isolou. Dois minutos depois, Vander deu lindo passe para Marinho conseguir estufar as redes do Cruzeiro e descontar para o rubro-negro. No fim, o Cruzeiro quase ampliou em duas oportunidades. Ábila e Rafinha levaram perigo para o gol de Caíque, mas pararam nas traves.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 2 X 1 VITÓRIA

Data/hora: 20/07/2016, às 21h45
Local: Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Assistentes: Fábio Rogério Baesteiro (SP) e Herman Brumel Vani (SP)
Cartões Amarelos: Rafael Sóbis, Ábila e Bruno Ramires (CRU) ; Kanu (VIT)
Cartão Vermelho: Não houve.
Público e Renda: 10.775 pagantes - R$ 244.034,00
Gols: Bruno Ramires, 22'/1ºT (1-0); Ábila, 1'/2ºT (2-0); Marinho, 26'/2ºT (2-1)

CRUZEIRO: Fábio; Lucas, Bruno Viana, Léo e Edimar; Henrique, Ariel Cabral (Federico Gino, 32'/2ºT), Bruno Ramires (Bruno Rodrigo, 42'/2ºT) e Arrascaeta; Rafael Sóbis (Rafinha, 25'/2ºT) e Ábila. TEC: Paulo Bento.

VITÓRIA: Caíque; Diego Renan, Kanu, Victor Ramos e Euller; William Farias (José Welison, 36'/2ºT), Marcelo (Tiago Real, intervalo) e Vander; Marinho, Dagoberto (Rodrigo Ramallo, 13'/2ºT) e Kieza. TEC: Vagner Mancini.