Bruno Cassucci
09/07/2016
18:34
São Paulo (SP)

A Arena Condá é um terror para os adversários da Chapecoense, que até este sábado estava invicta em seu estádio neste Brasileirão. Menos para o Corinthians. No terceiro jogo na história em Chapecó, o Timão conquistou a terceira vitória: 2 a 0, gols de Rodriguinho e Marquinhos Gabriel. Veja a repercussão da partida em Chapecó.


O quarto triunfo consecutivo faz o Alvinegro empatar em pontos com o líder Palmeiras, mas seguir no segundo lugar por conta do saldo de gols (dois atrás do maior rival). A equipe catarinense, por sua vez, continua no 11º, mas corre risco até de se aproximar da zona de rebaixamento com o complemento da 14ª rodada do Nacional.

Embora "em casa", o Corinthians não pareceu muito à vontade no primeiro tempo. Mesmo repetindo a escalação dos últimos três jogos, a equipe errou muitos passes, chegou a levar sustos da Chape e fez um jogo sonolento. Para piorar, o zagueiro Pedro Henrique sofreu uma lesão muscular e teve de ser substituído.

Os mandantes também não conseguiram exercer a pressão habitual quando jogam na Arena Condá. Ananias e Bruno Rangel até levaram perigo para Cássio, mas nem assim conseguiram dar emoção à fraca etapa inicial da partida.

No intervalo, as coisas mudaram... mas só para o Corinthians. Assim como contra o Flamengo, no último domingo, o técnico Cristóvão Borges corrigiu problemas e fez a equipe voltar melhor. Conseguindo triangular, trabalhar a bola pelo chão e contando com o apoio dos laterais, o Timão cresceu e só não abriu o placar logo na volta para o segundo tempo pois o zagueiro Balbuena teve gol mal anulado.

Percebendo que não seria fácil invadir a defesa alviverde, o Alvinegro passou a arriscar chutes de longe. Bruno Henrique parou no Marcelo Boeck, mas o goleiro da Chape não conseguiu deter Rodriguinho. Com linda finalização, o meia abriu o placar e fez os catarinenses se abrirem.

O treinador corintiano também fez boas substituições. Guilherme e Danilo não só aumentaram a posse de bola da equipe, como distribuíram bons passes e criaram chances.

A vitória foi sacramentada nos minutos finais, após lindo lançamento de Fagner e belo chute de Marquinhos Gabriel, que encobriu o goleiro, garantindo o triunfo do time "da casa".

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 0 X 2 CORINTHIANS

Local:
Arena Condá, em Chapecó (SC)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG-FIFA)
Auxiliares: Pablo Almeida da Costa (MG) e Celso Luiz da Silva (MG)
Cartões amarelos: Thiego (CHA), Luciano (COR)
Cartão vermelho: Thiego (CHA), 49'/2ºT
Público e renda: 11.615/ R$ 380.345,00
Gols: Rodriguinho 14'/2°T (0-1); Marquinhos Gabriel 46' 2ºT (0-2)

CHAPECOENSE: Marcelo Boeck, Gimenez, Demerson, Thiego e Dener; Sérgio Manoel, Gil (Martinuccio 34' 2ºT), Cleber Santana e Silvinho (Arthur Maia 17' 2ºT); Ananias e Bruno Rangel (Kempes 25' 2ºT). Técnico: Caio Júnior

CORINTHIANS: Cássio, Fagner, Balbuena, Pedro Henrique (Yago 25' 1ºT) e Uendel; Bruno Henrique, Rodriguinho, Romero, Giovanni Augusto (Guilherme 27' 2ºT) e Marquinhos Gabriel; Luciano (Danilo 16' 2ºT) Técnico: Cristóvão Borges