Atlético-MG x Juventude

Pratto faz o gol da vitória magrinha do Atlético-MG sobre o desfalcado Juventude pelas quartas de final da Copa do Brasil (Foto: Dudu Macedo)

RADAR/LANCE!
28/09/2016
21:30
Belo Horizonte (MG)

 O Atlético Mineiro recebeu no Mineirão o Juventude nesta quarta-feira, na partida de ida das quartas de final da Copa do Brasil e abriu vantagem, vencendo por 1 a 0, gol de Pratto no primeiro tempo.  Mas o resultado mascarou a irregularidade do Galo, que não jogou bem. O Juventude, mesmo focado na luta pelo acesso à Série B e sem quatro titulares, fez um jogo de igual para igual a partir dos 25 minutos do primeiro tempo e,  comandado pelo camisa 10 e capitão Roberson, criou ótimas chances de gol, merecia ter empatado e mostrou-se muito bem encaixado por Antonio Carlos Zago. 

Com o resultado, o Galo joga pelo empate a partida de volta, dia 19/10 em Caxias do Sul, para assegurar vaga nas semifinais e enfrentar Santos ou Internacional. O Juventude, campeão da Copa do BR em 1999, precisará vencer por 1 a 0 para decidir a vaga nos pênaltis, ou por dois ou mais gols para classificar-se de forma direta.  Caso o Juventude vença por um gol de dioferença a partir de 2 a 1, o Atlético avança.

 
O jogo teve ótimo público (36.846) e contou com a presença de Tite. O treinador da Seleção Brasileira que visitara a Cidade do Galo e estava nas tribunas também para prestigiar o Juventude (clube que ele acompanhava quando criança em Caxias do Sul, sua cidade natal, e que ele treinou no início do século. No intervalo, Tite concedeu uma rápida entrevista, quando elogiou muito Rafael Carioca:

-  Seu diferencial é a qualidade técnica no passe passe vertical, além de ser um jogador que desarma armando as jogadas, o que faz o adversário não conseguir estruturar a sua marcação.  


O JOGO


Focado na decisão contra o Fortaleza pelas quartas de final da Série C - duelo que valerá ao vencedor a volta à Série B do Brasileiro em 2017 -  o Juventude entrou em campo quase com um time B, sem o zagueiro Klaus, o volante Vacaria e o atacante Hugo, além do meia Felipe. Já o Galo só não contava com Marcos Rocha (machucado) e Fred (já defendeu o Fluminense na competição), já que o zagueiro Erazo se recuperou a tempo.

Só que o equatoriano não ficou muito tempo em campo Logo aos seis minutos, numa dispta pelo alto com o atacante Caion, os dois chocaram a cabeça e Erazo sofreu um grande corte, que sangrou muito. Grogue e precisando fazer a sutura, o defensor foi substituído por Gabriel

Em casa e bem mais forte tecnicamente, não foi surpresa alguma o Atlético tomar conta do  jogo nos primeiros minutos.  De tanto pressionar, saiu o gol aos 16 minutos. Lucas Pratto recebeu próximo da área, virou o jogo para a infiltração do lateral Carlos Cesar pela direita e entrou na área para receber o passe e fazer 1 a 0.  E só não foi 2 a 0 aos 19, porque após cruzamento de Robinho, Pratto ajeitou de peito para Urso mandar a bomba, mas a zaga salvou. 

O jogo estava bom para o Galo, mas o Juventude tinha seus trunfos, um deles era velocidade de Romarinho. Aos 30, ele recebeu de Roberson e fez grande jogada em cima de Carlos Cesar, cruzando para o chute de Roberson, que Rafael Carioca chegou cortando, mas que ainda assim bateu na trave.

Esse lance deu ânimo para o time gaúcho equilibrar o jogo - o Galo quase parou -  e voltar a ter ótima chance aos 44, um chute de fora da área de Pará que Victor espalmou para escanteio.

O segundo tempo começou com o Galo muito apático, deixando o Juventude dominar o setor de criação e quase empatar a partida quando Roberson - o melhor em campo - fez grande jogada pela direita e rolou para Wallacer, livre, chutar para fora.

O Galo só voltou ao jogo depois dos dez minutos, mas estava com problemas na criação e isso fez o treinador Marcelo Oliveira tirar Cazares (muito apagado) e colocar Dátolo.  Só que a expulsão de Carlos Cesar (já tinha amarelo e fez falta dura em Wanderson) fez o time recuar, segurando o 1 a 0.


FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO MINEIRO 1 X 0  JUVENTUDE 
COPA DO BRASIL - QUARTAS DE FINAL 
LOCAL:
 Mineirão, Belo Horizonte (MG)
DATA E HORÁRIO:  28/9/2016 - 19h30min
ÁRBITRO: Vinícius Furlan (SP)
AUXILIARES: Marcelo Carvalho Van Gasse e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)
CARTÕES AMARELOS: Carlos César e Robinho (ATL)
CARTÕES VERMELHOS: Carlos César (ATL, 23'/2ºT)
RENDA E PÚBLICO: R$ 963.000,00 / 36.846 pagantes
GOL: Lucas Pratto, 16'/1ºT (1-0)

ATLÉTICO-MG: Victor; Carlos César, Leonardo Silva, Erazo (Gabriel, 9'/1ºT)  e Fabio Santos; Rafael Carioca, Junior Urso, Cazares (Dátolo, 19'/2ºT), Clayton (Patric, 24'/2ºT); Robinho e Lucas Pratto. TEC: Marcelo Oliveira

JUVENTUDE: Elias; Neguete (Caprini, 26'/2ºT), Micael, Ruan e Pará; Wanderson, Bruninho, Romarinho e Wallacer; Roberson (Vidal, 17'/2ºT) e Caion. TEC: Antonio Carlos Zago​