Delfim Peixoto fala na CBF (Foto: Igor Siqueira)

Delfim Peixoto fala na CBF (Foto: Igor Siqueira)

Igor Siqueira
08/03/2016
20:10
Rio de Janeiro (RJ)

A CBF entrou com recurso, mas não teve sucesso na tentativa de derrubada da liminar conseguida pelo presidente da Federação Catarinense, Delfim Peixoto, que impede a apreciação das contas da entidade referentes ao exercício de 2015.

Nesta terça-feira, vários presidentes de federação ficaram da manhã ao início da tarde na sede da CBF aguardando a chance de mudança no cenário, mas a assembleia geral continua aberta, aguardando uma nova decisão da Justiça ou um posicionamento de Delfim, que levou a história à Justiça do Rio sob a alegação de não ter conseguido ver os comprovantes de receita e despesas da entidade.

No despacho, o juiz leva em conta o depoimento do tabelião que foi levado pelos procuradores de Delfim à CBF. O relato dá conta de que a entidade só colocou à disposição o relatório dos auditores independentes sobre demonstrações financeiras, parecer do conselho fiscal e o balanço patrimonial. Além disso, a CBF não permitiu que fossem tiradas cópias, segundo o tabelião.


"Ora, se a agravada sequer foi autorizada a tirar cópias dos documentos que lhe foram submetidos à apreciação, não há como pretender o reconhecimento de que lhe foi cedido acesso irrestrito", escreveu o magistrado.