Campeonato Brasileiro - São Paulo x Sport (foto:Ale Cabral/LANCE!Press)

Kelvin abriu mão de um ataque durante São Paulo e Sport por conta de dores na coxa (foto:Ale Cabral/LANCE!Press)

RADAR / LANCE!
24/06/2016
11:27
Rio de Janeiro (RJ)

Se faltaram gols na décima rodada do Campeonato Brasileiro (apenas 19, média de 1,9 por partida), o que teve de sobra foram situações inusitadas. Teve jogo adiado por causa de neblina, jogador esquecendo de colocar a camisa na hora de entrar no jogo, gol contra bizarro...

Por conta disso, o Lance! elegeu os momentos mais bizarros da rodada. Confira a lista.

SEM CAMISA

Ao aquecer para entrar no segundo tempo do jogo contra o Figueirense, o atacante Luis Henrique, do Botafogo, percebeu que estava sem a camisa do clube. Ele levou um susto ao tirar o agasalho e perceber que não tinha nada por baixo. A alteração demorou porque foram buscar a camisa no vestiário.

PRECISA TER ESTÔMAGO...

A intensidade com que o Palmeiras se mantém no topo do Brasileirão rendeu uma "sequela" um tanto indigesta na vitória por 2 a 0 sobre o América-MG. O meia Tchê Tchê voltou com a etapa final em andamento, por um... "imprevisto" estomacal:

- Aconteceu um imprevisto, passei um pouco mal e voltei atrasado para o jogo. Não foi dor de barriga, foi mal-estar, alguma coisa que comi e não caiu bem.

NEBULOSIDADE 'ENTRA EM CAMPO'

O mau tempo voltou a roubar a cena em uma rodada do Brasileirão. Chapecoense e Atlético-PR empatavam em 0 a 0 na noite de quarta-feira quando a neblina de Chapecó tomou conta do campo, a ponto de deixar um dos gols completamente coberto. A partida foi reiniciada na tarde de quinta-feira, e o placar se manteve em 0 a 0.

BOLA PARA QUEM?

A atuação apática da Ponte Preta no Moisés Lucarelli ficou visível em uma inversão de ataque. João Vitor tentou a investida para Nino Paraíba, mas a bola foi pela linha lateral.

MEU PRANTO ROLOU...

A tristeza foi senhora no apito final da partida em que Atlético-MG bateu o Corinthians por 2 a 1, no Mineirão. Após falhar no segundo gol do Galo, o zagueiro Pedro Henrique saiu de campo às lágrimas, e rendeu uma cena curiosíssima: foi consolado por jogadores das duas equipes.

AGORA, NÃO!

O Fluminense bem que tentou, mas viu sua chance de ampliar a vantagem na etapa inicial parar em grande estilo nas mãos de Vanderlei. O goleiro do Santos parou uma tentativa de Marcos Junior e, após a bola bater na trave, ele salvou no limite a finalização de Gum. A reação santista veio em grande estilo: 4 a 2 no Kleber Andrade.

GRINGO DORMINDO NO PONTO

Lançado no segundo tempo, Cuéllar deu calafrios à torcida do Flamengo quando perdeu uma bola para o ataque do Santa Cruz. Grafite foi lançado, e obrigou Alex Muralha a sair para garantir a vitória por 1 a 0 fora de casa.

GOL (CONTRA) PARA QUEM?

O gol do Grêmio contra o Vitória, na arena da equipe gaúcha, foi um tanto quanto inusitado. Edílson cruzou da direita e o goleiro Fernando Miguel, tentando afastar o perigo, socou a bola e acertou o rosto do seu companheiro Victor Ramos, que acabou marcando gol contra. A dupla não precisou lamentar tanto, pois conseguiu sair com a vitória por 2 a 1, mesmo fora de casa.

LESÃO NA HORA 'H'

Aos 12 minutos do segundo tempo no empate em 0 a 0 entre São Paulo e Sport, nesta quinta-feira, no Morumbi, o atacante Kelvin, do time da casa, carregava a bola na direção do gol e engatilhava para o chute de canhota. Mas, na hora do chute, sentiu dores na coxa esquerda e sequer tentou o gol, caindo no gramado e pedindo substituição. O jogador já é desfalque certo para o jogo contra o Santos, domingo, no Pacaembu.