Fórum de futebol

Segunda edição do Fórum de Futebol da Câmara estava marcado para esta terça-feira(Foto: Fábio Suzuki)

LANCE!
29/11/2016
15:01
Brasília (DF)

A Comissão de Esporte da Câmara dos Deputados adiou a realização do Fórum Legislativo de Futebol que iria ocorrer na tarde desta terça-feira, 29, por conta do trágico acidente com o avião que levava a delegação da Chapecoense para Medellin, onde disputaria a final da Copa Sul-Americana. Uma nova data ainda não foi agendada para a realização do evento.

O Fórum teria a participação entre os convidados do técnico da Seleção olímpica, Rogério Micale, do coordenador da categoria de base do Santos, Ronaldo Lima, e do secretário nacional de futebol, Gustavo Perrella, como representante do Ministério do Esporte. O presidente da Autoridade Pública de Governança do Futebol (Apfut), Luiz André de Figueiredo Mello também estava confirmado para o Fórum.

Na pauta estavam a perspectiva dos clubes formadores e os planos do governo federal para o desenvolvimento do futebol brasileiro, além da apresentação dos resultados do 1º ano do Profut.

Presidida pelo deputado César Halum (PRB-TO), a Comissão do Esporte da Câmara manifestou, em nota, “solidariedade e as mais sinceras condolências á família e amigos das vítimas, por esta inestimável perda”. No texto, o colegiado também exalta o momento que vivia a equipe catarinense citando que a Chapecoense “vivia um momento de glória”.

Veja abaixo a íntegra da nota divulgada pela Comissão.

“A Comissão do Esporte da Câmara dos Deputados, por meio do presidente César Halum, e a Subcomissão Permanente do Futebol, na figura do presidente Afonso Hamm, e todos os demais membros do colegiado, vem publicamente expressar com o mais profundo sentimento de pesar as vítimas do acidente aéreo envolvendo a delegação do Chapecoense e jornalistas esportivos. O voo partiu na noite de segunda-feira de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, com destino a Medellín, Colômbia. O acidente ocorreu na madrugada desta terça-feira (29), com o registro de 75 mortos e 6 sobreviventes.

O time do chapecoense vivia um momento de glória na história do clube, e iria disputar a primeira partida da final da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional, na próxima quarta-feira.

Registramos e agradecemos a parceria que a Associação Chapecoense de Futebol sempre demonstrou com Comissão do Esporte, nas discussões e aprimoramento do futebol brasileiro.
Manifestamos solidariedade e as mais sinceras condolências à família e amigos das vítimas, por esta inestimável perda. Uma tragédia que abala além dos torcedores e moradores de Chapecó, uma comoção geral de todos os brasileiros. O esporte brasileiro vive hoje sua maior tragédia da história”.