Corinthians

Maior campeão do torneio, Corinthians venceu a Copinha em 2015 (Foto: Miguel Schincariol/LAncepress!)

Lucas Strabko
02/01/2016
07:10
São Paulo (SP)

Enquanto os jogadores profissionais curtem a ressaca das festas de fim de ano, as promessas tentam dar o primeiro passo para se tornarem realidade no mais tradicional torneio das categorias de base do futebol brasileiro.

Começa hoje a 47ª edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior, a famosa Copinha, com 112 times – número recorde na história da competição – de 27 estados do Brasil, incluindo o Distrito Federal. O pontapé inicial será dado em Araraquara, uma das 27 cidades de São Paulo que sediam o torneio, com a partida entre Ferroviária e América-PE, às 9h, na Fonte Luminosa.

Os participantes vão dos gigantes aos desconhecidos do futebol brasileiro – e mundial. Todos os times que disputarão a Série A do Brasileiro de 2016 jogam o torneio com suas promessas. Por outro lado, a maior novidade deste ano é o Pérolas Negras, o único time estrangeiro desta edição, formado somente por jogadores haitianos, cuja história você pode conhecer logo abaixo, no primeiro link do "E Mais". 

A primeira edição da Copinha ocorreu em 1969, com participação de só quatro clubes (Corinthians, Juventus, Nacional e Palmeiras), todos de São Paulo. Naquele ano, o Timão conquistou o primeiro de nove títulos que ganharia na competição – sendo o último no ano passado, credenciando-o como o maior vencedor do campeonato.

Até hoje, 21 times já foram campeões da Copinha. Dentre os grandes do eixo Rio-São Paulo, somente Palmeiras e Botafogo ainda não conquistaram o título. A maior surpresa da história foi o Roma, de Barueri (SP). Em 2001, o extinto time bateu o São Paulo na final e foi campeão. Após o término do torneio, foi descoberto que, ao menos, quatro jogadores do clube eram “gatos” – como são conhecidos os atletas que jogam com a idade adulterada.

Neste ano, a Copinha será disputada por atletas até 20 anos – é o que se espera! Nas edições passadas, nomes como Raí, Djalminha, Rogerio Ceni, Neymar e Lucas deram as caras no torneio. Dia 25 de janeiro, o Pacaembu, como já é tradicional, será o palco da decisão. Que o torneio seja o celeiro de craques que podem tirar o futebol brasileiro de uma ressaca que já dura alguns Réveillons...

Corinthians é o maior campeão do torneio, com 9 títulos






CONFIRA ALGUNS NOMES QUE SURGIRAM NA COPINHA:


Neymar
Jogou duas Copinhas. A primeira, em 2008, tinha 15 anos. Na estreia, contra o Barra do Garça (MT), substituiu Ganso no decorrer do jogo. Naquele ano, o Peixe caiu nas quartas para o Inter. Em 2009, o Santos caiu para o Cruzeiro. Hoje, é um dos três melhores jogadores do mundo.

Rogério Ceni
Campeão do torneio em 1993, Rogério fez cinco gols em oito jogos. Subiu direto para o profissional do São Paulo após a campanha no torneio. Jogou por 25 anos no Tricolor.

Falcão
Anter de virar Rei de Roma, foi o rei da Copinha de 1972, quando foi o destaque do torneio apesar de ter sido vice-campeão com o Internacional. Hoje, é técnico do Sport.

Raí
Apareceu para o futebol na edição de 1983 pelo Botafogo de Ribeirão Preto. Disputou a final contra o Atlético-MG. Hoje, comanda a Fundação Gol de Letra.

Djalminha
Era o maestro do Flamengo campeão da Copinha de 1990, um dos times mais marcantes da história do torneio. Virou comentarista esportivo.

Dener
Levou a Portuguesa ao título de 1991, quando foi a grande revelação. Morreu em um acidente de carro em 1994.

Lucas
Ainda chamado de Marcelinho, pela semelhança com o ídolo do Corinthians, foi campeão em 2010, sendo o destaque do São Paulo. Hoje, joga no PSG.