Ramón Ábila

                                     Ábila soma 16 gols em 24 jogos nesta temporada (Foto: Divulgação/Cruzeiro)

LANCE!
27/06/2016
15:53
Belo Horizonte (MG)

O centroavante argentino Ramón Ábila, destaque do Huracán nas duas últimas temporadas, chegou nesta segunda-feira a Belo Horizonte para iniciar sua trajetória como atleta do Cruzeiro. O jogador, de 26 anos, vem sendo submetido a exames médicos, já conheceu a estrutura do clube e destacou a chande de defender a Raposa.

– É uma felicidade enorme. A verdade é que estou muito de contente de dar mais este passo. Chego com muita gana, com muitos sonhos. Gostei muito do que vi, de toda a estrutura, e estou motivado para jogar aqui – disse Ábila, ao site oficial do Cruzeiro, antes de completar:

– As minhas expectativas aqui são as melhores. Vou tratar de treinar bastante para estar o quanto antes possível à disposição do elenco principal e depois pensar em jogar. Venho com a intenção de ganhar muitas coisas pelo Cruzeiro.

Ramón Ábila
   Ábila entre Thiago Scuro, diretor de futebol do Cruzeiro, e o técnico                               Paulo Bento (Foto: Divulgação/Cruzeiro)

Ábila teve a oportunidade de enfrentar o Cruzeiro no ano passado, pela fase de grupos da Libertadores, quando houve empate em 0 a 0 – o Huracán venceu por 3 a 1 na Argentina com dois gols de Ábila. Ele exaltou o fato de, agora, não ser mais um visitante no Mineirão.

– Joguei no Mineirão ano passado, pela Copa Libertadores. É um belo estádio, principalmente pela atmosfera. A torcida ali dentro é impressionante e gosto de jogar em ambientes assim – disse.

Autor de 16 gols em 24 jogos nesta temporada pelo Huracán, Ábila ainda comentou sobre a sua condição física. Ele vem treinando há 15 dias com um preparador físico particular, mas ainda precisará de tempo para poder estrear pela Raposa.

– Necessito de alguns dias para estar fisicamente bem e depois sim ficar à altura dos meus companheiros, para competir como se deve e alcançar o nível necessário que exige um clube tão grande como esse. Reunirei com a comissão técnica para ver qual será o momento certo para jogarmos – completou o argentino, que vestirá a camisa de número 50 do Cruzeiro.