Clayton participa de atividade no Galo (Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG)

Atacante não pode jogar a fase de grupos da Libertadores e vai estrear pelo estadual (Foto: Bruno Cantini/Atlético)

RADAR/LANCE
12/03/2016
15:39
Belo Horizonte (MG)

Apresentado no início do mês, Clayton demorou quase duas semanas para ver seu nome publicado no BID e ser regularizado como jogador do Atlético-MG. Na última rodada do estadual, a expectativa para a estreia do jogador contra o Tombense não aconteceu, mas desta vez o atacante tem presença praticamente garantida no clássico contra o América.

- Estou feliz por estar regularizado. Não via a hora de isso acontecer – comentou o jogador, em entrevista à TV Galo.

A contratação de Clayton também não foi nada fácil. O jogador foi contratado no final de fevereiro, mas antes disso sua transferência para o Atlético virou uma novela. Além da concorrência com o Corinthians, o clube mineiro ainda demorou para concluir as negociações e adquirir 50% dos direitos econômicos por cerca de R$12 milhões.

- Estava há um mês sem jogar. Vou dar meu melhor domingo dentro de campo para ajudar o Galo a sair com a vitória. O grupo me recebeu muito bem, estou me doando ao máximo, mostrando minhas qualidades – acrescentou.

Neste domingo, contra o América, o técnico Aguirre deverá escalar uma equipe mista em campo, visando poupar seus principais jogadores para a partida de quarta-feira, contra o Colo-Colo, também no Independência. Como não pode ser inscrito na fase de grupos da Libertadores, Clayton está totalmente à disposição do treinador para a disputa do Campeonato Mineiro.