HOME - Presidente da CBF Coronel Nunes (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)

 Presidente da CBF é o Coronel Nunes (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)

Igor Siqueira
09/03/2016
16:45
Rio de Janeiro (RJ)

A CBF conseguiu derrubar a liminar obtida pela Federação Catarinense que estava impedindo a apreciação das contas da entidade do exercício de 2015. Com isso, a assembleia geral conseguiu a liberação para votar os balanço da entidade. Os dirigentes se reuniram nesta quarta-feira, aprovaram a prestação, e a assembleia, que estava aberta desde segunda-feira, foi encerrada em quatro minutos.

Delfim Peixoto, presidente da Federação Catarinense, que levou o caso à Justiça comum, pretendia inicialmente se abster na assembleia, porque ainda não conseguiu ter acesso aos comprovantes de receitas e despesas do ano passado, inclusive na tentativa desta quarta-feira, quando mandou advogado novamente à sede da entidade, acompanhando de um tabelião. No entanto, ele não havia sido notificado e foi aconselhado a sequer participar da reunião.

Mas Delfim sequer chegou a concretizar qualquer plano de comportamento na assembleia porque os outros presidentes de federação nem o esperaram para votar as contas. Segundo Antônio Américo, do Maranhão, 19 presidentes participaram da reta final assembleia, mais do que o necessário previsto em estatuto.

A CBF tinha se dado mal no primeiro recurso, cuja resposta foi dada na terça-feira, mas nesta quarta obteve sucesso.