Sorteio da Copa do Brasil.

(Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

LANCE!
19/12/2016
14:34
Rio de Janeiro (RJ)

A CBF anunciou nesta segunda-feira os novos valores que serão pagos pela Copa do Brasil a partir de 2018, quando entrará em vigor o novo contrato de transmissão com a Globo. Com isso, o campeão pode faturar até R$ 68,7 milhões, em um valor superior ao que foi pago, por exemplo, ao campeão brasileiro de 2016 (O Palmeiras levou R$ 17 milhões).

Ao todo, o novo contrato - com vigência entre 2018 e 2022 - prevê R$ 300 milhões por edição. Apenas pela vitória na final, o campeão da Copa do Brasil terá direito a R$ 50 milhões. O vice vai ganhar R$ 20 milhões.

A conta fica ainda mais atraente quando somadas as cotas das fases anteriores. Na semifinal, serão R$ 8 milhões para cada um dos quatro times que chegarem até lá. Nas quartas de final, cada clube terá direito a R$ 4 milhões.

- O valor contratado alcança a expressiva marca de R$ 2,5 milhões, em média, por partida realizada. O montante que será pago ao campeão, por exemplo, pode equivaler a mais de um terço da receita anual de 14 dos 20 clubes da Série A do Brasileirão - disse Rogério Caboclo, Diretor Executivo de Gestão da CBF.

Para se ter uma noção da mudança de patamar da premiação da Copa do Brasil, o valor máximo da premiação em 2016 foi R$ 10,74 milhões, desde que o time entrasse a partir da primeira fase.

O aumento do contrato deixa a Copa do Brasil mais atraente, sobretudo porque há a possibilidade de arrecadação alta para os que jogarem a Libertadores. Serão duas frentes de receitas "apetitosas".