São Bento - Marcelo Cordeiro (foto:Divulgação)

Marcelo Cordeiro é um dos principais jogadores da campanha do São Bento neste Paulistão (foto:Divulgação)

Alexandre Guariglia
16/04/2016
09:30
São Paulo (SP)

Enfrentar o Santos neste sábado na Vila Belmiro, às 18h30, pelas quartas de final do Paulistão, e terminar na terceira colocação na classificação geral do campeonato não era o que se esperava do São Bento neste estadual. No entanto, para os jogadores do elenco do clube de Sorocaba a confiança sempre foi um fator presente, segundo o lateral-esquerdo e capitão da equipe, Marcelo Cordeiro:

– Desde o início acreditamos que poderíamos chegar nas quartas de final. Eu, o Morais, o Edno, jogadores mais experientes, que já conquistaram títulos, tínhamos isso na cabeça, não poderíamos entrar no campeonato apenas para disputá-lo, queríamos algo mais e agora nosso objetivo é o título paulista – afirmou o ex-Internacional.

A campanha do São Bento é tão boa que o time está invicto contra os grande que enfrentou. Além da vitória sobre o São Paulo, empatou contra Corinthians e Palmeiras que, de acordo com Cordeiro foram duelos essenciais para acreditar que a classificação seria possível:

– A vaga nas quartas se tornou realidade quando enfrentamos Palmeiras e Corinthians, estivemos próximos de vencer nas duas oportunidades e mostramos o que seríamos capazes de fazer no campeonato - comentou.

Não foi à toa que o São Bento alcançou o status de segunda melhor defesa da competição com 11 gols sofridos. A disciplina tática e no quesito cartões mostram um time equilibrado e organizado, que preservar o risco mínimo, algo que Marcelo também faz questão de exaltar:

- Sem dúvidas a disciplina é um fator muito importante. O jogo é coletivo, a marcação começa lá na frente com os atacantes, todos sabem de suas funções no time. O Fábio Bahia jogou todos os jogos e não levou cartão, eu levei só um, os zagueiros foram suspensos apenas na reta final. É o futebol moderno, quanto mais ficar com a bola, menor o risco de se expor e fazer faltas - argumentou.

Contra o Santos, a mesma confiança demonstrada durante toda a competição estará presente para superar um adversário que Marcelo Cordeiro enche de elogios, mas diz estar preparado para equilibrar as condições de jogo que serão apresentadas.

– Nós estamos confiantes que podemos fazer uma partida equilibrada contra o Santos. Não perdem em casa há muito tempo, é um dos melhores times do país, mas nós somos uma equipe que joga coletivamente e com isso pretendemos igualar as forças para compensar a qualidade individual deles – avisou o lateral.

No entanto, os objetivos do clube não param por aí. Se no estadual as expectativas já eram altas, o plano é seguir crescendo e colocar o São Bento no cenário nacional:

- A Série D do Brasileirão é um de nossos objetivos, não só para este ano, mas para o próximo também. O pensamento é de chegar longe, com estrutura, manutenção de trabalho, cada vez mais estar entre os melhores do Paulistão. O clube está caminhando nesse sentido - finalizou o otimista e confiante Marcelo Cordeiro.