Reunião Sul-Minas-Rio

Presidentes de Fla e Flu compraram briga com a Ferj desde o Carioca de 2015 (Foto: NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C.)

RADAR/LANCE!
20/01/2016
16:17
Rio de Janeiro (RJ)

A briga da dupla Flamengo e Fluminense com a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) começou no início do ano passado, quando a entidade aprovou preços promocionais de meia-entrada nos ingressos do Campeonato Carioca. Como tinham programas de sócios torcedores que davam descontos nos bilhetes, os clubes foram contrários à medida. Desde então, os lados vem se atacando.

Ainda em janeiro, Fla e Flu reclamaram da postura ditatorial da federação carioca. Já naquela época, os clubes acenaram com a possibilidade de criar uma liga independente, alegando que não estavam mais interessados em disputar competições organizados pela entidade. Depois de muita reclamação e troca de farpas, a Ferj voltou atrás em relação aos preços com desconto nos ingressos para o Carioca de 2015.

No entanto, as polêmicas entre Fla/Flu e Ferj continuaram. Os clubes reclamaram de alguns erros de arbitragem e principalmente o uso do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio para punir críticos da entidade. Um deles foi Vandelei Luxemburgo, na época técnico do Rubro-Negro, que recebeu gancho após criticar a Ferj por restringir a inscrição de jogadores do Estadual.

Pelo lado do Flu, Fred foi o alvo da punição ao criticar a Ferj. Após ser expulso no clássico contra o Flamengo, o atacante saiu de campo desabafando, dizendo que o Campeonato Carioca tinha que acabar. Ele acabou pegando gancho que o tirou do segundo jogo da semifinal contra o Botafogo.

Depois disso tudo, Flamengo e Fluminense buscaram a criação de uma liga independente, mesmo com a ameaça de punição da Ferj caso fizessem isso. Em setembro de 2015, os clubes entraram na Liga Sul-Minas-Rio, ao lado de Inter, Grêmio, Atlético-MG, Cruzeiro, Coritiba, Atlético-PR, Joinville, Chapecoense, Criciúma, Avaí e Figueirense.

Depois de muitas tratativas, a Liga tem a previsão de começar no próximo dia 27. Na última terça-feira, a Ferj voltou a ameaçar Flamengo e Fluminense, dizendo que os clubes podem ser punidos se disputarem a competição.

Em reunião na última terça, os representantes dos clubes da Liga Sul-Minas-Rio saíram em defesa dos clubes cariocas e garantiram que eles vão jogar o torneio. Segundo o portal “Terra”, alguns deles prometem boicotar o Campeonato Brasileiro caso a dupla FlaxFlu sofra retaliação da Federação de Futebol Carioca.