icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/08/2015
23:52

Na partida em que o goleiro Magrão tornou-se o jogador que mais vestiu a camisa do Sport, com 571 jogos, o Leão da Ilha foi amplamente dominado pelo Bahia e acabou derrotado por 1 a 0. O duelo, na Arena Fonte Nova, foi válido pela segunda fase da Copa Sul-Americana.

O confronto decisivo será na próxima quarta-feira, na Ilha do Retiro. Caso o Sport vença por 1 a 0, a vaga será decidida nos pênaltis. Para avançar às oitavas de final da Copa Sul-Americana, o Bahia jogará por um empate. Se marcar um gol fora de casa, poderá até perder por um gol de diferença.

O JOGO

O primeiro tempo foi de domínio total do Bahia. O time mandante impôs seu ritmo de jogo e não demorou para ter as primeiras chances de gol. Servido por Maxi Biancucchi e Sousa, o atacante Alexandro desperdiçou bons ataques, preferindo um drible ou um toque a mais à finalização. Com a marcação adiantada, o Tricolor dificultou a saída de bola adversária. Em diversas oportunidades, o goleiro Magrão recebeu a bola na fogueira dos companheiros e teve que sair no chutão.

E foi graças à pressão no ataque que o Bahia conseguiu seu gol. Samuel Xavier tentou fazer o desarme em Souza, o toque pegou muita força e passou por Matheus Ferraz, último homem do Leão. Maxi Biancucchi foi mais rápido que Magrão, que deixou o gol em desespero, e viu o argentino o driblar e balançar a rede: 1 a 0 para o Bahia. Mesmo com a maior parte do time considerado titular, o Sport foi muito mal, e deu sorte ao acabar a primeira etapa perdendo por apenas um gol de diferença.

O panorama seguiu o mesmo na etapa derradeira. O Bahia teve a bola e esteve muito mais perto de marcar o segundo gol do que sofrer o primeiro do Sport. Insatisfeito, o técnico Eduardo Baptista fez as três mudanças antes dos 25 minutos, mas pouca coisa mudou na partida. Aos 25 minutos, a missão do Sport ficou ainda mais difícil. Samuel Xavier se estranhou com Zé Roberto e acabou expulso. 

FICHA TÉCNICA
BAHIA 1 X 0 SPORT

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data/Hora: 19/08/2015, às 22h
Árbitro: German Delfino (ARG)
Auxiliares: Juan Belatti (ARG) e Ernesto Uziga (ARG)
Renda/Público: R$ 78.206,50 / 4.418 pagantes

Cartões amarelos: Zé Roberto (BAH); Renê e Neto Moura (SPT).
Cartões vermelhos: Samuel Xavier (SPT).

GOLS: Maxi Biancucchi, 1-0 (24'/1ºT)

BAHIA: Douglas Pires; Hayner, Robson, Jailton e Marlon (Ávine, 41'/2ºT); Souza (Zé Roberto, 23'/2ºT), Wilson Pittoni, Gustavo Blanco e Rômulo (João Paulo, 30'/2ºT); Maxi Biancucchi e Alexandro. Técnico: Sérgio Soares.

SPORT: Magrão; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Ronaldo (Neto Moura, 18'/2ºT), Wendel, Élber (André, Intervalo), Marlone e Maikon Leite; Hernane (Régis, 18'/2ºT). Técnico: Eduardo Baptista.

Na partida em que o goleiro Magrão tornou-se o jogador que mais vestiu a camisa do Sport, com 571 jogos, o Leão da Ilha foi amplamente dominado pelo Bahia e acabou derrotado por 1 a 0. O duelo, na Arena Fonte Nova, foi válido pela segunda fase da Copa Sul-Americana.

O confronto decisivo será na próxima quarta-feira, na Ilha do Retiro. Caso o Sport vença por 1 a 0, a vaga será decidida nos pênaltis. Para avançar às oitavas de final da Copa Sul-Americana, o Bahia jogará por um empate. Se marcar um gol fora de casa, poderá até perder por um gol de diferença.

O JOGO

O primeiro tempo foi de domínio total do Bahia. O time mandante impôs seu ritmo de jogo e não demorou para ter as primeiras chances de gol. Servido por Maxi Biancucchi e Sousa, o atacante Alexandro desperdiçou bons ataques, preferindo um drible ou um toque a mais à finalização. Com a marcação adiantada, o Tricolor dificultou a saída de bola adversária. Em diversas oportunidades, o goleiro Magrão recebeu a bola na fogueira dos companheiros e teve que sair no chutão.

E foi graças à pressão no ataque que o Bahia conseguiu seu gol. Samuel Xavier tentou fazer o desarme em Souza, o toque pegou muita força e passou por Matheus Ferraz, último homem do Leão. Maxi Biancucchi foi mais rápido que Magrão, que deixou o gol em desespero, e viu o argentino o driblar e balançar a rede: 1 a 0 para o Bahia. Mesmo com a maior parte do time considerado titular, o Sport foi muito mal, e deu sorte ao acabar a primeira etapa perdendo por apenas um gol de diferença.

O panorama seguiu o mesmo na etapa derradeira. O Bahia teve a bola e esteve muito mais perto de marcar o segundo gol do que sofrer o primeiro do Sport. Insatisfeito, o técnico Eduardo Baptista fez as três mudanças antes dos 25 minutos, mas pouca coisa mudou na partida. Aos 25 minutos, a missão do Sport ficou ainda mais difícil. Samuel Xavier se estranhou com Zé Roberto e acabou expulso. 

FICHA TÉCNICA
BAHIA 1 X 0 SPORT

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data/Hora: 19/08/2015, às 22h
Árbitro: German Delfino (ARG)
Auxiliares: Juan Belatti (ARG) e Ernesto Uziga (ARG)
Renda/Público: R$ 78.206,50 / 4.418 pagantes

Cartões amarelos: Zé Roberto (BAH); Renê e Neto Moura (SPT).
Cartões vermelhos: Samuel Xavier (SPT).

GOLS: Maxi Biancucchi, 1-0 (24'/1ºT)

BAHIA: Douglas Pires; Hayner, Robson, Jailton e Marlon (Ávine, 41'/2ºT); Souza (Zé Roberto, 23'/2ºT), Wilson Pittoni, Gustavo Blanco e Rômulo (João Paulo, 30'/2ºT); Maxi Biancucchi e Alexandro. Técnico: Sérgio Soares.

SPORT: Magrão; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Ronaldo (Neto Moura, 18'/2ºT), Wendel, Élber (André, Intervalo), Marlone e Maikon Leite; Hernane (Régis, 18'/2ºT). Técnico: Eduardo Baptista.