Campeonato Brasileiro - Avai x Joinville (foto:Eduardo Valente/FramePhoto)

André Lima abre o placar para o Avaí na Ressacada e comemora muito (foto:Eduardo Valente/FramePhoto)

LANCE!
18/11/2015
23:03
Florianópolis (SC)

Não poderia ser mais dramático. Nesta quarta-feira, o Avaí sofreu demais, mas venceu o clássico contra o Joinville, por 2 a 1, no Estádio da Ressacada. O gol marcado por Everton Silva, marcado aos 42 minutos da etapa final, manteve o Leão fora da zona de rebaixamento, com 38 pontos conquistados em 35 rodadas do Brasileirão.

Por outro lado, a derrota deixa o Joinville em situação ainda mais delicada no Campeonato Brasileiro. Com 31 pontos, o JEC é o lanterna, sete pontos  atrás do Avaí, primeiro time fora do Z4.

Com espaço pela esquerda, Anderson Lopes foi quem levou o Avaí para o ataque desde o apito inicial, enquanto o Joinville mostrou desorganização na defesa. Aos 12, o atacante teve sua primeira chance, mas Agenor fez defesa segura. Após se livrar de três marcadores, o camisa 11 foi derrubado e o pênalti marcado. Agenor defendeu a cobrança de André Lima, mas, no rebote, o camisa 99 abriu o placar.


O Joinville sentiu o gol, mas o Avaí não soube aproveitar. Romário acertou o travessão de Agenor e depois quase marcou contra ao recuar de cabeça para Vagner. 

Quando o jogo já se encaminhava para o intervalo, Fernando Viana desviou cobrança de escanteio e o camisa 1 do Avaí tirou a bola de dentro do gol. A arbitragem demorou, mas confirmou acertadamente o gol de empate. Prejuízo para o Leão, que já reclamava de um gol anulado de Nino Paraíba, aos 23.

O panorama mudou na segunda etapa. O Avaí não soube o que fazer com a bola. Assim, o Joinville cresceu e foi mais perigoso. Em uma das muitas bolas alçadas na área, Rafael Donato cabeceou e o goleiro Vagner fez defesa espetacular.

A entradas de Rômulo, no lugar de André Lima, e Everton Silva, no lugar de Claudinei, o Leão da Ressacada ganhou novo fôlego. Empurrado por sua torcida, a equipe passou a buscar mais o ataque. De cabeça, Antônio Carlos quase marcou.

Em boa cabeçada de Kempes e finalizações de Edigar Junio e Diego, o Joinville respondeu, mas não teve sucesso. No fim da etapa final, o filme se repetiu, mas desta vez quem comemorou foi o Avaí.

Na única boa jogada de Renan Oliveira na partida, o meia encontrou Everton Silva na entrada da área, aos 42 minutos. Ele dominou e bateu forte para marcar um gol importantíssimo, que tirou o Avaí da zona de rebaixamento.

FICHA TÉCNICA
AVAÍ 2 X 1 JOINVILLE

Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data: 18/11/2015, às 21h
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (Fifa/SP)
Assistentes: Cleriston Barreto Rios (Fifa/SE) e Vicente Romano Neto (SP)
Renda/Público: Não divulgado

Cartões amarelos: Emerson, Eduardo Neto e Romário (AVA); Kadu (JEC).
Cartões vermelhos: Não houve.

GOLS: André Lima, 1-0 (18'/1ºT), Fernando Viana, 1-1 (42'/1ºT) e Everton Silva, 2-1 (42'/2ºT)

AVAÍ: Vagner, Nino Paraíba, Emerson, Antônio Carlos e Romário; Claudinei (Everton Silva, 24'/2ºT), Eduardo Neto, Rudnei (Pablo, 4'/2ºT) e Renan Oliveira; Anderson Lopes e André Lima (Rômulo, 19'/2ºT). Técnico: Raul Cabral.

JOINVILLE: Agenor, Edson Ratinho, Rafael Donato, Guti e Diego; Naldo, Kadu (Darnlei, Intervalo), Lucas Crispim (Ediga Junio, 33'/2ºT), Marcelinho Paraíba (Fernando Viana, 33'/2ºT) e Ítalo Melo; Kempes. Técnico: PC Gusmão.