LANCE!
28/01/2016
23:42
Chapecó (SC)

Sobrou emoção no final da partida entre Avaí e Grêmio na noite desta quinta-feira, que terminou empatada em 2 a 2 na Arena Condá, em Chapecó. O Tricolor Gaúcho esteve duas vezes na frente do placar, perdeu um pênalti com Bobô no fim, mas acabou sofrendo o gol de empate aos 42 minutos da etapa final.

Por opção do Roger Machado, o Grêmio atuou como uma equipe considerada reserva e marcou com Edinho e Bressan, O Avaí, que vive uma crise financeira, buscou o empate com gols de William Batoré e Gabriel.

Pelo Grupo B da Primeira Liga, o Grêmio volta a campo no dia 7 de fevereiro. Na Arena, o Imortal recebe o Coritiba, que empatou com o Internacional em 0 a 0 nesta quarta-feira. Já o Avaí vai visitar o Colorado no dia 17 de fevereiro, no Beira-Rio.

Antes disso, os clubes têm compromissos pelos Estaduais. No próximo domingo, o Grêmio, na rodada de abertura do Campeonato Gaúcho, enfrenta o Brasil de Pelotas no Estádio Centenário. No mesmo dia, o Leão da Ressacada inicia sua campanha no Campeonato Catarinense contra o Criciúma, no Heriberto Hülse.

O JOGO

O Tricolor Gaúcho saiu assim que o pontapé inicial foi dado na Arena Condá. Com um minuto, Pedro Rocha aproveitou erro da zaga adversária, fez boa jogada pela esquerda e cruzou para trás. O volante Edinho invadiu a área, dominou e encheu o pé: 1 a 0 para o Grêmio. Apesar do gol fulminante, o time de Roger Machado não apresentou o bom futebol que a torcida se acostumou a ver em 2015.

Lincoln, que teve boa movimentação, ameaçou o gol de Renan em cobrança de falta, mas o Avaí, assim que "acordou" para a partida, passou a levar perigo ao gol de Marcelo Grohe. Após dar uma linda caneta em Wesley, Rômulo finalizou na rede pelo lado de fora. Lucas Fernandes também arriscou e a bola saiu rente à trave esquerda do Grêmio.

Na volta do intervalo, o duelo continuou lá e cá. Mas desta vez quem marcou foi o Avaí. Aos seis minutos, Diego Jardel cobrou falta rápido para Lucas Fernandes. Pela direita, o jogador encontrou a zaga rival desorganizada e cruzou para William Batoré, que girou na marcação de Bressan e fuzilou: 1 a 1.

A saída de Ramiro, que torceu o pé e deixou o jogo com muitas dores, obrigou o técnico Roger a mudar a equipe. E a entrada de Fernandinho fez o Grêmio crescer. Na bola parada de Lincoln, Bressan, na segunda trave, colocou o Imortal novamente em vantagem.

Fugindo um pouco de suas características, o Grêmio insistiu em longos lançamentos. Quando Edinho achou Tilica dentro da área, quase deu certo, mas o jovem finalizou na rede pelo lado de fora. Já na base do desespero, o Avaí foi para cima e Marcelo Grohe teve trabalho em finalizações de Tauã e Chapecó.

Aos 40, Lincoln - o nome da partida - driblou Henrique e foi derrubado: pênalti para o Grêmio. Bobô teve a chance de matar o jogo, mas cobrou fraco e Renan defendeu no canto direito.

E o erro do centroavante custou caro. O Avaí insistiu na bola aérea e chegou ao gol de empate aos 42 minutos. Lucas Chapecó se antecipou a defesa do Grêmio e cabeceou sem chances para Marcelo Grohe, dando números finais à partida.

FICHA TÉCNICA
AVAÍ 2 X 2 GRÊMIO


Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data-hora: 28/01/2016 - 21h45
Árbitro: Erick Giovanni Fernandes (MG)
Auxiliares: Marcyano Pires de Lima (MG) e Leandro Salvador Silva (MG)
Renda/Público: R$ 100.270,00 /  2.702 presentes (público pagante não divulgado).

Cartões amarelos: Henrique e Paulinho (AVA); Bobô e Moisés (GRE).
Cartões vermelho: Não houve.

GOLS: Edinho (0-1, 1'1ºT), William Batoré (1-1, 6'/2ºT), Bressan (1-2, 16'/2ºT) e Gabriel (2-2, 42'/2ºT).

AVAÍ: Renan, Renato, Henrique, Gabriel e Paulinho; João Filipe (Braga, 35'/2ºT), Caio César (Lucas Chapecó, 25'/2ºT), Diego Jardel e Rômulo; Lucas Fernandes (Tauã. 25'/2ºT) e Willian Batoré. Técnico: Raul Cabral.

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Wesley, Rafael Thyere, Bressan, Marcelo Hermes, Edinho, Moisés, Ramiro (Fernandinho, 11'/2ºT), Lincoln e Pedro Rocha (Léo Tilica, 32'/2ºT); Bobô. Técnico: Roger Machado.