Cruzeiro x Botafogo - Elber

(Foto: Dudu Macedo/Fotoarena/Lancepress!)

Vinicius Britto
22/09/2016
00:11
Belo Horizonte (MG)

O Botafogo visitou o Cruzeiro nesta quarta-feira, e com uma desvantagem muito grande no placar nas oitavas de final da Copa do Brasil, foi com um time recheado de reservas, e perdeu outra vez para a Raposa, desta vez por 1 a 0, no Mineirão. Tanque, Núñez, Leandrinho, Rodrigo Lindoso, Victor Luis e Renan Fonseca levaram as melhores notas. E para você? Quem se salvou? Vote!

CRUZEIRO
6,0
Rafael
Bem nas sáidas do gol e se manteve seguro quando foi exigido.

5,5
Lucas
Jogo tranquilo. Se soltou mais conforme o resultado era administrado.

6,0
Manoel
Se sobressaiu no embate com os atacantes botafoguenses ontem.

7,0
Bruno Rodrigo
Belo movimento no seu gol de cabeça. Firme na marcação.

6,0
Edimar
Acertou o travessão em cobrança de falta no segundo tempo.

5,5
Ariel Cabral
Guardava posição no meio-campo para as subidas de Henrique.

6,5
Henrique
Responsável pela transição da bola da defesa ao ataque.

6,5
Arrascaeta
Dos seus pés saíram os melhores lances. Assistência no gol.

5,5
Élber
Um pouco individualista com a bola. Era opção pelos lados do campo.

6,0
Rafinha
Mais incisivo que Élber, apareceu nas jogadas ofensivas do Cruzeiro.

5,5
Ábila
Bastante participativo na área. Mas sem chances livre para poder finalizar.

6,0
Willian
Dentro do possível, quase aumentou a vantagem em cabeçada.

5,5
Denilson
Participativo quando entrou no lugar de Ariel Cabral no meio.

5,5
Alisson
O time administrava o jogo quando entrou. Teve poucas oportunidades.

6,0
Mano Menezes
Mesmo pisando no freio, seu time controlou e se classificou.

BOTAFOGO
5,0
HELTON LEITE
No gol de Bruno Rodrigo, pulou bastante atrasado. De resto, foi pouco exigido por um Cruzeiro que buscou administrar.

5,0
DIEGO
Demonstra certo nervosismo quando tem oportunidade. Não chega com volume na frente e deixa espaços na defesa.

6,0
RENAN FONSECA
Apesar do quase gol contra do início, se recuperou e realizou alguns cortes importantes. Não comprometeu na partida.

5,5
EMERSON SILVA
Não subiu no gol mineiro. Sem repetir o nível de exibição do jogo do final de semana, teve pouco trabalho na etapa inal.

6,0
VICTOR LUIS
Foi nas suas subidas que o time mais incomodou. Consegue bons cruzamentos e não diminui o nível atrás. Destoou.

5,5
DIERSON
Discreto no que se dispõe a fazer. Na distribuição da bola, aparece um pouco. Na marcação, busca ocupar espaços.

6,0
RODRIGO LINDOSO
No burocrático meio-campo, tentava o passe diferente, que quebra a linha de defesa. Não ficou apenas no feijão e arroz.

5,5
BRUNO SILVA
No seu jogo intenso e de muita velocidade, não esteve nos melhores dias. Sente falta de Luis Ricardo para as tabelas.

6,0
LEANDRINHO
Aberto pela esquerda, pouco aparece. Quando buscou no meio, criou lances interessantes. Quase marcou de longe.

5,0
SALGUEIRO
Não justifica as inúmeras oportunidades que recebe. Parece até desinteressado. Não chamou jogo no setor ofensivo.

5,0
LUIS HENRIQUE
Entre os dois zagueiros do Cruzeiro, foi presa fácil. Teve chance de frente no começo do segundo tempo. E errou.

5,5
RODRIGO PIMPÃO
Entrou com o esforço de sempre, mas o time já tinha baixado a guarda. A produção ofensiva foi quase nula na etapa final.

6,0
NÚÑEZ
No marasmo das ações ofensivas alvinegras no jogo, ainda conseguiu uma finalização que Rafael salvou na etapa final.

6,0
VINÍCIUS TANQUE
Quando entrou, o time teve maior presença na área. Certo que pouco adiantou, mas foi um adendo no segundo tempo.

5,5
JAIR VENTURA
Dentro do que pôde, com um time misto, manteve o padrão das últimas partidas. Faltou ter mais volume no ataque.