HOME - Santos x Corinthians - Campeonato Paulista - Lucas Lima (Foto: Ricardo Saibun/AGIF/LANCE!Press)

Lucas Lima foi o dono do clássico na Vila Belmiro (Foto: Ricardo Saibun/AGIF/LANCE!Press)

Léo Saueia e Guilherme Amaro
06/03/2016
18:59
São Paulo (SP)

Na vitória do Santos por 2 a 0 sobre o Corinthians na Vila Belmiro neste domingo pela 8ª rodada do Paulistão, Lucas Lima foi o dono do meio de campo e o artilheiro Ricardo Oliveira brilhou no ataque santista ao anotar os dois gols da partida. Pelo Timão, Fagner foi o melhor, e o zagueiro Yago e o paraguaio Romero os piores. Veja as notas do LANCE!

SANTOS

6,5
Vanderlei

Após um primeiro tempo sem um único lance, fez duas defesas na segunda etapa. Errou reposições de bola.

6,0
Victor Ferraz

No primeiro tempo, não deu chance alguma a Lucca. No segundo, caiu de produção e pouco apareceu no ataque.

6,5
Lucas Veríssimo

Teve pouco trabalho. Quando exigido, conseguiu afastar o perigo. Saiu machucado e deu lugar ao estreante Luiz Felipe.

6,5
Gustavo Henrique

Assim como seu parceiro, não foi muito acionado pelo ataque adversário. Com boa estatura, foi importante no alto.

6,0
Zeca

Diferentemente do que costuma apresentar, pouco subiu ao ataque e fez falta à frente. Na marcação, não comprometeu.

6,5
Thiago Maia

Com muita disposição, aparece em todos os lados do campo para desarmar e ainda auxilia na saída de bola.

7,0
Renato

Mesmo aos 36 anos, ainda dita o ritmo de jogo da equipe. Enfiou um bolão para Lucas Lima no primeiro gol.

7,5
Lucas Lima

Mesmo com marcação dobrada, conseguiu encontrar os espaços e mandou no jogo. Melhor em campo.

5,5
Serginho

Alterna bons e maus momentos durante o jogo. Tem lampejos e faz boas jogadas, mas se distrai e fica sem a bola.

5,0
Gabriel

Partida muito ruim do camisa 10 santista. Pouca inspiração e muita displicência na hora de fazer passes no meio.

7,5
Ricardo Oliveira

De volta à Vila, marcou os dois gols do Santos. O último, aliás, foi um golaço ao deixar o zagueiro Yago caído no chão.

6,5
Paulinho

Fez seu melhor jogo pelo Santos. Deu mais mobilidade à equipe, além da assistência para o segundo gol de Oliveira.

6,0
Luiz Felipe

Fez estreia bastante segura. Não se intimidou com a pressão de um clássico e fez bons desarmes e cortes pelo alto.


Rafael Longuine

Pouco tempo em campo. Fica sem nota.

7,0
Dorival Júnior

Conseguiu neutralizar as principais jogadas do Corinthians e teve domínio praticamente completo do clássico.


CORINTHIANS

5,5
Cássio

Rebateu para o meio da área no primeiro gol, mas o chute cruzado foi de muito perto. Sem culpa também no segundo.

6,5
Fagner

Não deu chances para o Santos criar pelo seu setor. Desarmou e foi correto nas saídas de bola.

5,5
Balbuena

Teve menos trabalho na cobertura do que Yago, seu companheiro de zaga. Fez o simples e não se complicou.

4,5
Yago

Saiu para fazer a cobertura no primeiro gol. No segundo, foi facilmente driblado por Ricardo Oliveira e escorregou.

5,0
Guilherme Arana

Outro que teve dificuldades quando o Santos atacava. Além disso, praticamente não ajudou o setor ofensivo.

5,0
Bruno Henrique

Não acompanhou Lucas Lima no lance do gol. Deu espaços no meio de campo, mas também fez desarmes.

4,5
Romero

Teve mais uma atuação apagada. Jogou aberto pelo lado direito, não conseguiu criar e nem voltou para a etapa final.

6,0
Willians

Impressionou pela facilidade que teve para desarmar. Por outro lado, mostrou dificuldades com a bola no pé.

5,0
Danilo

Conseguiu fazer apenas uma boa jogada, já quando estava aberto pela direita. Mais um que cansou de perder bolas.

5,0
Lucca

Foi quem mais participou, é verdade, mas perdeu bolas demais. Não conseguiu passar pelos adversários.

5,0
Luciano

Em seu primeiro jogo como titular depois de quase seis meses, não teve chances no ataque. Atuação apática.

5,5
Alan Mineiro

Estreou em jogos oficiais pelo Timão e mostrou certa qualidade. No fim, porém, perdeu a bola para Paulinho.

5,0
André

Nem parece que entrou na metade do segundo tempo. Praticamente não pegou na bola.

6,0
Edilson

Entrou nos últimos 15 minutos e não comprometeu.

5,0
Tite

Por conta da maratona de jogos, poupou seis titulares. Time não conseguiu criar, especialmente no primeiro tempo.