Felippe Rocha e João Pedro Granette
12/02/2017
21:44
Rio de Janeiro (RJ)

Botafogo e Flamengo se enfrentaram neste domingo no Estádio Nilton Santos, e o Rubro-Negro saiu com a vitória por 2 a 1. Pelo lado vencedor, Éverton, autor do gol da vitória, teve a melhor avaliação. Rômulo, Willian Arão, Diego e Guerrero também foram bem. Pelo Alvinegro, Roger se destacou. Confira todas as notas abaixo.

BOTAFOGO
5,5
HELTON LEITE
Voltou a ter chance e foi bem quando exigido. Sem culpa nos lances dos gols que sofreu. Passou mais segurança do que outrora.

5,5
MARCINHO
Atacou menos e com menos qualidade do que de costume, mas, na marcação, suportou bem as investidas do Flamengo pelo seu setor.

5,5
RENAN FONSECA
Bastante seguro na primeira partida após a exclusão da lista da Libertadores. Deu sorte em alguns lances, mas firmeza em outros.

6,0
IGOR RABELLO
Outro que não teve culpa nos gols do Flamengo. Pelo contrário, teve personalidade para sair jogando em algumas ocasiões.

5,0
Gilson
Discreto no apoio, como já lhe é habitual. Na marcação, comprometeu pouco. Victor Luís não parece ter muito com que se preocupar.

6,5
Matheus Fernandes
Mostrou experiêcia que os 18 anos não lhe conferem e a qualidade que lhe fez famoso antes mesmo de subir para o time profissional.

5,5
Dudu Cearense
Além do burocrático, alguns passes errados e um nervosismo incomum para quem tem a experiência que ele tem. Substituído no intervalo.

4,5
Rodrigo Lindoso
Mais uma vez com liberdade para atacar, voltou a decepcionar. Errou alguns lançamentos e finalizações em boas condições.

5,5
João Paulo
No meio-campo alvinegro, coube a ele iniciar a maioria das jogadas. Seja por característica ou por pedido do técnico, apareceu pouco no ataque.

6,5
Guilherme
Erra mais do que acerta, mas coube a ele a assistência para Roger e o cruzamento para a segunda bola na trave de Leandrinho.

7,0
Roger
Mostrou o faro de gol que motivou a contratação. Na chance que teve, guardou. Pediu para jogar e desencantou com a camisa do Botafogo.

5,5
Bruno Silva
Entrou no segundo tempo e deu mais força pelo lado direito. Pecou na técnica em alguns momentos, mas não chegou a comprometer.

6,5
Leandrinho
Entrou muito bem. Iniciou jogadas, aproximou-se da área em outras oportunidades e colocou duas bolas na trave de Muralha.

6,0
Vinícius Tanque
Não teve chance de finalizar, mas deu um bom passe para Leandrinho.

6,0
Jair Ventura
Dentro do que se propôs e com os jogadores que entrou em campo, o time fez o possível. E quase empatou no fim da partida.

FLAMENGO
6,0
Alex Muralha
Goleiro não foi muito acionado durante a partida. Não teve culpa no gol e salvou o Flamengo em chute de Leandrinho.

6,5
Pará
Foi bem na primeira etapa, sendo sempre uma boa opção ofensiva para o Flamengo. Na defesa, se mostrou muito seguro, afastando o perigo.

6,0
Réver
Capitão rubro-negro foi seguro durante todo o jogo e ganhou a maioria das divididas contra o ataque alvinegro.

6,0
Rafael Vaz
Zagueiro não participou muito da partida e errou alguns passes para os companheiros. No segundo gol, deu uma bicicleta na início da jogada.

5,5
Trauco
Lateral participou de algumas jogadas de ataque do Flamengo, mas na defesa teve dificuldades. Parou no gol de Róger por conta do assistente.

6,5
Rômulo
Volante esteve muito bem na parte defensiva e também se apresentou algumas vezes para tentar marcar pelo alto, sempre assustando.

7,0
Willian Arão
Um dos melhores homens em campo pelo lado do Flamengo, sempre eficiente nos desarmes contra os atletas ofensivos do adversário.

6,0
Mancuello
Meia não foi tão participativo como em outras apresentações, mas tentou alguns lances no primeiro tempo. Na segunda etapa saiu lesionado.

7,0
Diego
Foi muito bem no clássico, sempre presente nas jogadas de perigo do Flamengo. Deu assistência para o gol de Guerrero.

7,5
Everton
No dia em que completou 200 jogos pelo Flamengo, outra grande atuação. Marcou o segundo gol e ajudou também na parte defensiva.

7,0
Guerrero
Atacante peruano foi muito marcado pelos zagueiros, mas soube aproveitar quando teve espaço e deixou sua marca, de cabeça.

6,5
Berrío
Colombiano entrou no lugar de Mancuello que sentiu o ombro e deu mais velocidade ao Flamengo. Deu passe para o gol de Everton.

5,5
Rodinei
Lateral entrou no lugar de Trauco na metade do segundo tempo e pouco participou das jogadas do Flamengo. Na defesa não comprometeu.


Gabriel
Entrou no lugar de Guerrero faltando cinco minutos para o fim do jogo e não teve chance de levar perigo ao gol do Botafogo.

6,5
Zé Ricardo
Treinador acertou na escalação e esperou para realizar as alterações. Colocou Berrío, que deu assistência para Everton no segundo gol.