Léo Saueia e Thiago Ferri
26/11/2015
00:34
Santos (SP)

Gabigol perdeu um pênalti no início do jogo e poderia ter sido o vilão. Mas no fim, com um gol no segundo tempo, foi o herói da vitória do Santos por 1 a 0 sobre o Palmeiras, nesta quarta, na Vila Belmiro. O jovem atacante foi um dos melhores em campo na primeira final da Copa do Brasil. Fernando Prass fez grandes defesas e Nilson perdeu um gol incrível no fim. Confira as notas:

SANTOS
(leosaueia@lancenet.com.br)

6,0
Vanderlei

Falhou logo no primeiro lance do jogo, na única chance que o Palmeiras teve durante a partida.

7,0
Victor Ferraz

Passeou como quis nas costas do veterano Zé Roberto. Valeu a pena a insistência em seu retorno.

6,5
David Braz

Deu susto em apenas um lance. No restante do jogo, se agigantou e ganhou todas as divididas.

7,0
Gustavo Henrique

Concentrado do início ao fim, não quis saber de brincadeiras atrás e afastou tudo o que chegou.

6,5
Zeca

Também apareceu com qualidade à frente e deu conta das investidas do adversário.

7,0
Thiago Maia

Muita raça e vibração que contagiam o time. Marcou com qualidade e saiu jogando bem.

5,5
Renato

Foi discreto o veterano volante santista. Apesar de não falhar, poderia ter aparecido mais no jogo.

6,5
Lucas Lima

Movimentou-se por todo o campo, mas sofreu com as pancadas. Cavou a expulsão do xará Lucas, do rival.

5,5
Marquinhos Gabriel

Começou aceso, com dribles e chutes de fora. Depois, caiu de produção e pouco apareceu.

7,0
Gabigol

Desperdiçou pênalti no início, perdeu gol fácil na sequência, mas se recuperou e marcou um golaço.

6,0
Ricardo Oliveira

Sofreu pênalti cometido por Arouca, mas perdeu um gol importante dentro da pequena área de Prass.

6,5
Geuvânio

Deu maior movimentação ao ataque e causou preocupação na marcação. Abusou da velocidade.

5,5
Neto Berola

Recebe a bola pelos lados do campo e não consegue criar jogadas de perigo. Corre muito e pouco faz.

3,0
Nilson

Apesar do pouco tempo em campo, perdeu chance inacreditável, na pequena área e sem goleiro.

7,0
Téc: Dorival Júnior

Não desistiu do gol nem depois de marcar com Gabigol. Resultado poderia ter sido mais elástico.

PALMEIRAS
(thiagobastos@lancenet.com.br)

7,0
Fernando Prass

Sem culpa no gol do Santos, fez quatro grandes defesas, duas em sequência. Atuação segura.

4,0
Lucas

Não fez um bom jogo e ainda tomou um vermelho bobo no fim. Desfalque importante para a final.

5,5
Jackson

Perdeu uma grande chance no início do jogo, mas defensivamente teve uma atuação segura na Vila.

6,0
Vitor Hugo

Preciso na maioria dos desarmes, perdeu para Ricardo Oliveira no último lance. Deu sorte na jogada.

4,5
Zé Roberto

Dá qualidade na saída de bola, mas deixou muito espaço atrás. O Santos deitou e rolou no seu lado.

6,0
Arouca

Fez um pênalti besta em Ricardo Oliveira, mas o meio de campo funciona melhor com ele.

6,0
Matheus Sales

Mesmo tendo de correr atrás de Lucas Lima, fez uma boa partida. Saiu por conta do cartão amarelo.

5,5
Dudu

Cometeu erros de fundamento, mas ainda assim criou o lance que o time reclama pênalti em Barrios.

4,5
Robinho

Foi um dos que mais erraram passes. Não foi bem marcando, nem na criação. Partida ruim.


Gabriel Jesus

Sofreu a lesão no ombro em seu primeiro lance de ataque. Jogou pouco, substituído aos 12 minutos.

4,5
Barrios

A bola chegou poucas vezes, mas pareceu em alguns lances até displicente. Foi pouco perigoso. Sofreu um pênalti não marcado.

5,0
Kelvin

Entrou para manter a velocidade pela esquerda e foi um desafogo, só que definiu mal as jogadas.

4,0
Amaral

Substituto de Matheus Sales, errou duas vezes no gol do Santos. Foi facilmente driblado por Gabriel.

5,0
Rafael Marques
Saiu da área com mais facilidade do que Barrios, mas não teve uma chance clara para finalizar.

5,5
Téc.: Marcelo Oliveira

O time melhorou, mas ainda sofre para segurar a bola à frente. Resultado bom para a volta.