Bruno Cassucci e Lucas Bachião 
22/04/2017
21:24

O Palmeiras venceu a Ponte Preta por 1 a 0, no Allianz Parque, mas quem se classificou à final do Paulistão foi a Macaca. O volante Fernando Bob e o atacante Pottker foram os melhores do time campineiro, enquanto a melhor nota do jogo foi do volante palmeirense Felipe Melo, que cumpriu um importante papel tático e ainda fez o gol da vitória. Confira as atuações: 

PALMEIRAS 

6,5
FERNANDO PRASS

Bem posicionado e seguro nas vezes em que foi exigido. Trabalhou mais repondo a bola do que fazendo defesas. Evitou gol de Pottker no fim.

6,0
JEAN

Fez ultrapassagens, entrou na área várias vezes, mas errou todas as finalizações que tentou e também não foi eficiente nos cruzamentos.

6,5
MINA

Foi lateral-direito durante quase toda o jogo. Se lançou ao ataque muitas vezes, pediu cruzamentos e ainda deu conta do recado na marcação.

6,5
EDU DRACENA
Exposto em contra-ataques, mostrou bom posicionamento e poder de recuperação. Levou perigo em lances de bola aérea.

6,0
EGÍDIO

Atuou praticamente apenas do meio para a frente. Mostrou muita vontade, mas errou número elevado de cruzamentos e passes.

7,5
FELIPE MELO

Atuou boa parte do jogo na lateral esquerda. Já era um dos destaques do time, com bons desarmes, passes e muita entrega antes de fazer o gol.

6,0
TCHÊ TCHÊ

Deu velocidade na saída de bola. Com a área da Ponte Preta muito protegida, não conseguiu criar perigo com infiltrações ou chutes de longe

6,5
GUERRA

Alternou bons e maus momentos. Teve finalizações perigosas, sobretudo no primeiro tempo, mas acabou refém da marcação em alguns lances.

6,0
DUDU

Muito nervoso e bem marcado, não conseguiu render o que pode. Se movimentou muito, teve gol bem anulado e pediu pênalti no fim.

6,5
RÓGER GUEDES

Foi bem no primeiro tempo, quando participou dos lances mais perigosos do Palmeiras. Chamou o jogo, mas foi bem marcado e induzido a errar.

5,0
BORJA

Erros de passes e cruzamentos e nenhuma grande chance de gol. Foi pouco acionado e teve nova atuação discreta. Vaiado ao ser substituído.

6,5
MICHEL BASTOS

Entrou ligado, deu bons cruzamentos, mas também teve falhas forçadas pela marcação apertada. Foi dele o cruzamento para o gol de Felipe Melo.

5,5
WILLIAN

Bem discreto no pouco tempo em que ficou em campo. Correu bastante, embora praticamente não tenha ficado com a bola no pé.

6,0
KENO

Participou mais do jogo do que Willian, mas também não conseguiu ser muito efetivo. Se mexeu bastante pelo lado esquerdo do campo.

6,0
EDUARDO BAPTISTA

Time mostrou ter estratégia bem definida, mas não conseguiu escapar da marcação da Ponte. Poderia ter sido mais ousado nas substituições.


PONTE PRETA 


6,0
ARANHA

Estava sendo o protagonista da noite, até falhar no gol do Palmeiras.

5,5
JEFERSON

Teve algumas dificuldades para acompanhar Egídio.

5,5
MARLLON

Não comprometeu no jogo e está fora do primeiro jogo da decisão.

6,5
YAGO

Cumpriu muito bem o seu papel no setor defensivo.  

5,0
ARTUR 

Sofreu para marcar Róger Guedes durante o jogo.

7,0
FERNANDO BOB 

Organizou o meio de campo da Ponte e anulou o capitão palmeirense. 

6,0
ELTON

Foi bem no primeiro tempo e caiu de rendimento no segundo tempo. 

6,0
JADSON

Não deu espaço para Guerra e equilibrou o setor ofensivo do Verdão.

6,0
CLAYSON

Explorou o contra-ataque o tempo todo nas costas de Jean.

7,0
POTTKER

Ajudou muito na marcação, voltando sempre ao meio de campo, e teve duas grandes chances para marcar o gol, perdendo um incrível no último lance. 

5,5
LUCCA

Deu trabalho para a zaga alviverde. Teve chance no segundo tempo de fazer o gol.

5,0
WENDEL

Entrou para ajudar a marcação e pouco participou do jogo. 

-
NALDO

Entrou nos acréscimos, fica sem nota.
 
7,0
GILSON KLEINA 

Como já havia acontecido no segundo jogo contra o Santos, seu time deu  pouco espaço para o Palmeiras  jogar. Tem boa parcela de responsabilidade pela campanha da equipe.