Ana Canhedo e Alexandre Guariglia
13/03/2016
13:36
São Paulo (SP)

O São Paulo ficou a maior parte do tempo mais perto do gol, mas quem resolveu foi o Palmeiras: 2 a 0 no Pacaembu. A queda de rendimento da defesa tricolor, gols de Dudu e Robinho e a boa partida de Alecsandro, o melhor em campo. foram determinantes. Confira as notas do LANCE!:

SÃO PAULO

5,5
Denis

Foi pouquíssimo exigido durante o jogo. Correspondeu no começo. No segundo tempo, acabou levando dois gols, sem culpa.

5,5
Mateus Caramelo

Fazia bom jogo no primeiro tempo, aparecendo como opção pela direita. Caiu de rendimento no fim. É uma opção boa.

4,5
Rodrigo Caio

Quase marcou outra vez no Pacaembu. Atrás, assim como todo o time, parou no fim do jogo e deixou o Palmeiras jogar.

4,0
Maicon

Fez bons desarmes na defesa e no ataque no primeiro tempo. Bom no cruzamento. No fim, se mostrou nervoso demais.

5,5
Carlinhos

Muito bem pelo lado esquerdo. Levou o ataque ao ataque com boas trocas com Rogério. No fim, caiu muito de rendimento.

4,5
Hudson

Levou amarelo por falta boba em Dudu. Chegou a arriscar para o gol. Demorou demais a aparecer para o jogo.

6,0
João Schmidt

Encontrou liberdade para jogar. Chegou a marcar de cabeça. Acompanhou muito bem na marcação. Caiu muito no fim.

7,0
Rogério

Criou as melhores chances do São Paulo. Deu muito trabalho para Lucas, com bom posicionamento, dribles e chutes.

6,5
Daniel

Fez bem a função de Ganso, não se escondeu no meio-campo. Errou alguns passes, mas foi importante.

5,0
Michel Bastos

Apareceu muito pouco para o jogo, poderia ter chamado mais a responsabilidade. Chutou de canhota em lance perigoso.

5,5
Alan Kardec

Recebeu pouco a bola e, com isso, tornou-se inofensivo em campo. Saiu pouco da área para buscar as chances.

5,5
PH Ganso

Entrou para dar mais qualidade no meio-campo, distribuiu bem a bola, mas não encontrou soluções para o time vencer.

4,0
Calleri

Entrou no segundo tempo e encontrou as mesmas dificuldades de Kardec para conseguir chances.

4,0
Centurión

Teve ótima chance assim qu entrou, chutou muito fraco e desperdiçou. Não fez mais que isso em campo.

4,5
Téc: Edgardo Bauza

Acertou na escalação inicial. Mas o time não conseguiu ser efetivo e as alterações não mudaram em nada a formação.

São Paulo x Palmeiras
Dudu festeja com Edu Dracena - Foto: Luis Moura/WPP/Lancepress!)

PALMEIRAS

6,5
Fernando Prass

Passou sufoco com a instabilidade defensiva de seu time e a pressão do São Paulo. Foi bem quando acionado em sua meta.

5,0
Lucas

São Paulo concentrou os ataques pelo seu lado. Mesmo com reforço na marcação, poucas vezes levou a melhor.

6,0
Edu Dracena

Seguro, deu um pouco de espaço nas jogada por baixo, mas compensou pelo alto. Voltando de contusão, foi substituído.

6,0
Vitor Hugo

Também deixou a desejar na marcação por baixo e falhou em algumas antecipações, já nas bola aéreas foi muito bem.

6,5
Zé Roberto

No primeiro tempo foi muito ao ataque com velocidade e qualidade. No segundo tempo priorizou a marcação.

6,5
Arouca

Poderia ter ido melhor nos desarmes e na marcação, mas quando colocou a bola no chão, qualificou o passe.

7,0
Matheus Sales

Impressiona o modo como não sente a responsabilidade. Toca a bola com tranquilidade e marca sem maiores problemas.

7,0
Robinho

Responsável pela armação, não conseguiu encaixar suas jogadas. No entanto, marcou mais um golaço contra o rival.

6,5
Allione

Partida regular, ajudou muito na marcação pelo lado direito da defesa. No ataque, deu a assistência para Robinho marcar.

7,5
Dudu

Discreto no primeiro tempo, quando o São Paulo deu espaços fez o quis na defesa adversária e ainda marcou um belo gol.

7,5
Alecsandro

O melhor em campo. Ganhou quase todas as disputas, trocou passes, abriu espaços e deu a assistência para o gol de Dudu.

6,5
João Pedro

Foi melhor que Lucas na marcação, não levou sustos e conseguiu chegar mais no ataque para dar opção.

6,0
Thiago Martins

Entrou no lugar de Dracena e não comprometeu. Fez o simples e ajudou o Verdão a garantir o resultado.

6,0
Gabriel Jesus

Ficou apenas dez minutos em campo, foi importante ao segurar a bola no ataque e chamar faltas

7,0
Téc: Alberto Valentim

Time teve um primeiro tempo ruim, depois do intervalo fez ajustes e esteve mais compacto, sendo superior ao São Paulo.