América-MG x Atlético-MG

          Galo de Patric saiu na frente, mas Coelho chegou à igualdade na Arena (Foto: Dudu Macedo/Lancepress!)

LANCE!
02/03/2016
21:34
Belo Horizonte (MG)

O América-MG precisava vencer o Atlético-MG e ainda torcer por resultados favoráveis na sequência da terceira rodada da Copa da Primeira Liga. O Coelho mostrou poder de reação contra o Galo, mas ficou no 1 a 1 com o já eliminado rival, na noite desta quarta-feira, na Arena Independência.

O América foi aos quatro pontos, assumindo a vice-liderança do Grupo 1 da competição. O Galo, por sua vez, garantiu seu primeiro. Para avançar às semifinais, o Coelho passa a depender de pelo menos quatro resultados, incluindo uma vitória do Flamengo contra o Figueirense, os outros integrantes da chave.

NADA DE GOLS NO PRIMEIRO TEMPO

Atuando com apenas uma novidade em relação ao clássico contra o Cruzeiro – o lateral-esquerdo Bryan –, o América tomou a iniciativa na Arena Independência. Até pelo fato de precisar da vitória diante do rival já eliminado. Em contra-ataque, Osman lançou Sávio, que passou por Giovanni e, sem ângulo, não conseguiu acertar o gol, aos dois minutos. Pouco depois foi a vez de Rafael Bastos finalizar para a defesa do goleiro atleticano.

Diego Aguirre aproveitou o jogo para observar alguns jogadores e proporcionar ritmo de jogo para outros, como Dátolo e Thiago Ribeiro, recuperados de lesões. Com Cazares e Hyuri trocando de posições e muita mobilidade, o Galo tentou envolver a marcação adversária, mas pecou na hora de concluir. Patric, por exemplo, foi muito acionado, mas deixou a desejar nos cruzamentos.

Após conter o ímpeto atleticano, o América voltou a criar mais antes do intervalo e teve duas ótimas chances de gol. Osman parou em Giovanni. Já Sávio acertou o travessão, encerrando a pressão americana. O Coelho foi mais efetivo na etapa inicial diante de um rival que marcou mal.

CHANCES PARA OS DOIS LADOS E EMPATE

Sobraram chances de gols para Galo e Coelho logo no início do segundo tempo. Jonas, em cobrança de falta, testou a elasticidade de Giovanni. Na sequência, foi a vez de Júnior Urso obrigar João Ricardo a espalmar sua finalização. E o zero só saiu do placar após um lance de sorte para o Atlético e azar para o América. A cobrança de escanteio curto resultou na finalização de Dátolo que desviou em Bryan e fez Galo 1 a 0, aos 17 minutos.

O Coelho não "sentiu" o golpe após o gol atleticano e chegou ao empate. Giovanni, até então em boa noite, tentou armar um ataque atleticano, mas mandou a bola nos pés de Rafael Bastos, que encobriu o goleiro. Tudo igual aos 25 minutos. O América ficou com um a mais em campo após a expulsão de Tiago, aos 33, mas não mostrou competência para chegar à virada e melhorar sua situação.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 1 x 1 AMÉRICA-MG

Estádio: Arena Independência, Belo Horizonte (MG)
Data-hora: 2/3/16 – 19h30
Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação (BA)
Auxiliares: Carlos Henrique Selbach e Lúcio Bielserdorf Flor (RS)
Público/Renda: 6.403 pagantes/R$ 83.500,00.
Cartões amarelos: Tiago e Eduardo (CAM); Rafael Bastos, Jonas e Tony (AME)
Cartão vermelho: Tiago, 33'/2ºT (CAM)

Gols: Dátolo, 17'/2ºT(1-0) e Rafael Bastos, 25'/2ºT(1-1).

ATLÉTICO-MG: Giovanni; Carlos César, Edcarlos, Tiago e Patric; Júnior Urso, Eduardo, Dátolo e Cazares; Hyuri (Gabriel, 34'/2ºT) e Thiago Ribeiro (Pablo, 16'/2ºT) – Técnico: Diego Aguirre.

AMÉRICA-MG: João Ricardo, Jonas (Ernandes, 37'/2ºT) Alison, Sueliton e Danilo; Leandro Guerreiro, Pablo, Osman (Maranhão, 41'/2ºT) Rafael Bastos e Tony; Bruno Sávio (Victor Rangel, 30'/2ºT) – Técnico: Givanildo Oliveira.