RADAR/LANCE!
23/06/2016
14:51
Couto Magalhães (TO)

Nesta quinta-feira, a Polícia Civil prendeu o atacante Jobson, ex-Botafogo. Após determinação da Justiça de Conceição do Araguaia, no Sudeste do Pará, o jogador foi preso em sua chácara, localizada na cidade de Couto Magalhães, no Tocantins. O atleta é suspeito de estuprar quatro adolescentes.  

De acordo com a nota divulgada pela  Polícia Civil do Pará, o inquérito policial foi instaurado há uma semana, depois que uma das vítimas, de 13 anos, denunciou que fotos pornográficas suas estavam sendo divulgadas em grupos de rede social. Ainda, segundo as denúncias, o jogador teria aliciado as adolescentes para levá-las para sua chácara e, em seguida, teria cometido o abuso. 

- Ele aliciava as garotas para fazer festas com bebidas e drogas e as levava para sua chácara ou para outros lugares. A vítima relatou que, durante a farra regada a álcool e drogas, acabou desmaiando e, dessa forma, o jogador e outros que estavam com ele se aproveitaram para fazer as fotos que foram compartilhadas nos grupos de rede social - explicou o delegado Rodrigo da Motta, em nota da Polícia Civil.

Segundo o delegado, a vítima chegou a telefonar para o jogador para dizer que iria denunciá-lo, mas Jobson teria respondido com ameaças. Após o depoimento da adolescente, a equipe da Polícia Civil encontrou outras vítimas.

- São quatro adolescentes, uma vai completar 13 anos, a outra já tem 13 anos completos e as outras duas têm 14 anos completo - completou o policial.
Aos 28 anos, o jogador ainda é suspeito de ser o autor de um quinto caso de estupro, que segue sendo investigado na Delegacia.

JOBSON ESTÁ SUSPENSO DO FUTEBOL

Jobson - ‎Al-Ittihad (Foto: Reprodução/Twitter)
Jobson em ação pelo ‎Al-Ittihad (Foto: Reprodução/Twitter)

Jobson foi suspenso do futebol profissional pela Fifa em 2015, após se negou a fazer um exame antidoping em 25 de março de 2014, quando defendia o Al-Ittihad, da Arábia Saudita. A punição do jogador termina apenas em março de 2018.