Água Santa 1 x 0 Ferroviária: 6.526 torcedores

Água Santa começou o Paulistão vencendo a Ferroviária, mas caiu de produção (Foto:Leonardo Fermiano/Ferroviária)

LANCE!
25/03/2016
21:02
São Paulo (SP)

A diretoria do Água Santa anunciou na noite desta sexta-feira a demissão do treinador Márcio Ribeiro, que estava há três anos no clube de Diadema. Ele é o nono técnico a ser mandado embora neste Paulistão.

O comunicado vem um dia após o time ter sido derrotado por 4 a 0 em partida contra o Novorizontino, válida pela 11ª rodada do Campeonato Paulista. O resultado foi ruim para os planos da equipe, já que se a competição terminasse hoje, o Água Santa estaria entre os seis rebaixados para a Série A2.

Paulo Sirqueira, presidente do clube, lamentou a saída do treinador, no entanto ressaltou que mudanças eram necessárias no momento:

- Sentimos muito a saída do Márcio. Foram três anos de trabalho, sendo três acessos em anos vitoriosos. Mas no futebol é preciso haver mudanças visando buscar o resultado positivo. Criamos um respeito e um carinho, uma relação mais que profissional. Então isso faz com que a gente sinta um certo abalo - afirmou.

Márcio Ribeiro também sente muito sua saída do clube, mas acredita que mudar o comando técnico possa ser uma alternativa para colocar um fim à má fase do time no campeonato, que não vence há seis jogos:

- Foi criado um vínculo muito forte, não só entre presidente e treinador, como amigos e família e isso não podemos deixar acabar. Há maneiras de se motivar e trabalhar em união em prol de um grupo que precisa dar uma reviravolta e a forma encontrada foi essa. É importante que o elenco entenda que chegou a hora de mudar, mas a amizade e o companheirismo será eterno - finalizou.

Neste domingo o Água Santa recebe o Palmeiras, às 16h, no Distrital do Inamar, em Diadema. O confronto será pela 12ª rodada do Paulistão-2016. Ainda não foi definido quem comandará a equipe no duelo.