RADAR/LANCE!
29/11/2016
12:06
Chapecó (SC)

Desde março na Chapecoense, Alejandro Martinuccio escapou do trágico acidente, na madrugada desta terça-feira, por conta de uma lesão. Em entrevista à rádio argentina "TN Notícias", o meia relatou como tem se sentido após perder diversos companheiros de equipe. 

- Me salvei de viajar porque estava lesionado. Mas estou muito mal, muito triste com tudo isso que aconteceu. Sinto uma dor profunda. A Chapecoense é um clube que me fez sentir como se estivesse em casa desde quando cheguei. Me trataram muito bem sempre e agora só espero por mais sobreviventes. Aviso à minha família e aos amigos da Argentina que me encontro bem e só peço todos que rezem por meus companheiros - disse o argentino, que se recuperava de uma lesão há cerca de um mês.

O avião da LaMia que levava a Chapecoense a Medellín, onde o time catarinense disputaria o primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana, nesta terça-feira, caiu na região de Antioquia, após decolar de Santa Cruz de la Sierra com 81 a bordo, deixando ao menos 76 mortos.