Sérgio China

                                Sérgio China tem a difícil missão de evitar a queda do ABC (Foto: Divulgação/ABC)

LANCE!
06/11/2015
10:00
Fortaleza (CE)

O destino do ABC na Série B do Brasileiro pode ser selado hoje. O Mais Querido precisa derrotar o Ceará, no Presidente Vargas, às 21h, para manter a mínima possibilidade de evitar seu descenso. Segundo o matemático Tristão Garcia, do site Infobola e da Academia LANCE!, a chance de queda do time potiguar é de 99%. O, no momento, iminente rebaixamento seria o capítulo final de um 2015 que começou promissor, mas foi repleto de decepções. Ano que é “apenas” o do centenário abecedista.

O ABC que hoje tem Sérgio China como técnico – o sétimo em 2015 –, chegou à final do Potiguar após ter levado o segundo turno com 100% de aproveitamento. Mas veio a decisão contra o rival América-RN e a perda do título em pleno Frasqueirão. Na sequência, o desempenho ruim nas primeiras rodadas na Série B causou a segunda demissão de treinador na temporada, a de Josué Teixeira – Roberto Fonseca havia iniciado 2015.

Gilmar Dal Pozzo, Toninho Cecílio e Hélio dos Anjos vieram na sequência antes de China. Já Ademir Fresan, que era integrante da comissão técnica fixa, chegou a ser interino em duas oportunidades.

Rubens Guilherme – cujo segundo mandato como presidente do ABC se encerrará em dezembro – se vangloriou dos feitos nos três primeiros anos da sua gestão, mas, depois, reconheceu que o 2015 em especial ficou muito distante do imaginado pela diretoria.

– Fui campeão brasileiro (Série C-2010), bicampeão estadual (2010/2011), passamos cinco anos na Série B... Acho que minha missão está cumprida. Dei o melhor pelo ABC. Pode não ter dado certo em alguns momentos, como nesse ano, mas não jogo e nem faço gol – destacou o mandatário, à TV ABC.

Resta saber se o ABC alcançará um milagre e garantirá alguma alegria ao torcedor no centenário.

                                     A TEMPORADA 2015 DO CENTENÁRIO ABC

                                                     A primeira decepção
Roberto Fonseca foi demitido após três vitórias e quatro empates no turno do Potiguar. Josué Teixeira chegou, o ABC levou o segundo turno com 100% de aproveitamento e foi à final contra o rival América-RN. Final que terminou com o Alvirrubro campeão em pleno Frasqueirão. O gol da conquista foi marcado pelo zagueiro Flávio Boaventura, ex-jogador do próprio ABC.

                                                        Troca de técnicos
Após os já citados técnicos, o ABC ainda teve Gilmar Dal Pozzo, Toninho Cecílio, Hélio dos Anjos e o interino Ademir Fresan no comando do time antes de Sérgio China, que assumiu em 9 de outubro.

                                                         Longo jejum...
O ABC ficou 19 partidas nesta Série B – o equivalente a um turno inteiro – sem vencer. A vitória contra o América-MG, na 31 rodada, ainda encerrou ouro jejum: foi o primeiro triunfo do time como mandante na Série B após 15 jogos.

                                                         Turbulências
Após a derrota do ABC para o Ceará no turno da Série B, torcedores danificaram carros de jogadores do clube. Ano ainda é repleto de turbulências entre a diretoria e a oposição.

                                              Ceará atravessa bom momento

Rival do ABC, que soma 28 pontos, e time que abre a zona de rebaixamento da Série B com 35, o Ceará atravessa bom momento. São três vitórias seguidas na competição e uma boa perspectiva de seguir na Série B.

O risco de descenso do Ceará é de, no momento, 61%. Além do ABC, O Vozão terá Bragantino e Macaé, este na última rodada, como rivais na condição de mandante. Já fora de casa, os rivais serão Vitória e América-MG.

– Esperamos fazer uma boa partida e conquistar a quarta vitória seguida. Estamos devendo isso ao nosso torcedor. O ABC é uma equipe de qualidade e ainda não desistiu. Precisamos entrar na partida mais focados do que antes. Estamos nos dedicando cada vez mais para sair dessa situação – destacou o zagueiro Charles, em entrevista coletiva.

                                         Mais Querido com novidades 

O técnico Sérgio China conta com as presenças do apoiador Ronaldo Mendes, que cumpria suspensão automática, e do atacante Rafael Silva, recuperado de lesão, contra o Ceará.

– É um jogo decisivo, é uma decisão de campeonato para a gente – disse o treinador, em coletiva.