Palmeiras Allianz 08 (Foto: Ari Ferreira)

Palmeiras angariou mais de 60 mil associados na última temporada (Foto: Ari Ferreira)

LANCE!
21/01/2016
15:54
São Paulo (SP)

O Palmeiras anunciou mudanças em seu programa de sócio-torcedor nesta quinta-feira. Entre as novidades, está uma nova opção de plano: o Prata Superior, que custará R$ 59,99 por mês e será um intermediário entre o Plano Prata (R$29,99 por mês) e Plano Ouro (R$109,99 por mês). Não houve reajuste nos preços já existentes.

Este novo plano possibilita inclusão de até três dependentes. Quando o Palmeiras atuar como mandante no Allianz Parque, os adeptos terão descontos de 75% nas cadeiras superiores, 50% no setor Gol Norte, 50% no Gol Sul e 25% no Central Leste.

Outra mudança significativa é que o sócio-torcedor não pode mais adquirir o seu ingresso na pré-venda e mais dois na abertura da venda ao público geral. O sócio-torcedor poderá comprar apenas o ingresso do titular e dos dependentes cadastrados.

Atualmente, o Palmeiras possui 126.903 sócios-torcedores, de acordo com o Movimento por um Futebol Melhor. O Verdão é o segundo colocado do Torcedômetro, ranking geral de associados, atrás apenas do rival Corinthians. 

Mudanças no regulamento:

- O sócio-torcedor poderá comprar apenas o ingresso do titular e dos dependentes cadastrados. Não há mais a possibilidade de adquirir o seu na pré-venda e mais dois na abertura da venda ao público geral;

- O Plano Bronze não possibilitará mais que o sócio-torcedor compre a meia-entrada de estudante. Nenhum plano do Avanti dará a possibilidade de aquisição de meia-entrada prevista em lei. Todo beneficiário da meia-entrada que comprar o ingresso terá, obrigatoriamente, que trocar na bilheteria. Dessa forma, aumentará a fiscalização e, cada vez mais, somente quem tem direitos aos benefícios poderá utilizar a cota definida em lei;

- O período de carência para troca de plano passa a ser maior. Se o sócio-torcedor migrar para um plano de custo mais elevado, só poderá retornar ao que estava depois de seis meses;

- Inclusão de pais aposentados como Dependentes;