Grêmio x Juventude

Juventude disputou a semifinal do Campeonato Gaúcho com o Grêmio (Foto: Marcos Cunha/Lancepress!)

LANCE!
27/04/2016
09:30
São Paulo (SP)

Campeões nacionais, continentais e mundiais, Grêmio e Internacional se consolidaram como dois dos principais clubes do País e têm programas de sócio-torcedor que são exemplo de sucesso no cenário nacional. Entretanto, as duas equipes não são as únicas equipes com bons números no Movimento Por um Futebol Melhor. Somados, Brasil de Pelotas, Juventude, Caxias e Pelotas estão próximos de superar a barreira de 20 mil associados aos seus projetos.

Quarto colocado no Campeonato Brasileiro da Série C na última temporada, quando ficou atrás de Vila Nova, Londrina e Tupi, o Brasil de Pelotas empolgou sua torcida com o retorno a Série B. Atualmente, o clube rubro-negro ocupa a 20ª colocação no Torcedômetro, com 9.187 sócios-torcedores, e está à frente até mesmo do Vasco, que soma 6.227 associados.

O Juventude, por sua vez, não conseguiu vaga na segunda divisão e segue na disputa da Série C em 2016. Mas, assim como o Brasil de Pelotas, tem número relevante de sócios e aparece na 28ª posição, com 5.113 sócios. Presente na elite do futebol nacional, a Chapecoense aparece logo atrás, com 4.884 membros em seu programa. Caxias, com 2.767 associados, e Pelotas, com 2.386 sócios-torcedores, completam o quadro de equipes do interior gaúcho.

Para atrair e fidelizar a torcida, os times investem em ações especiais e oferecem diversos descontos em produtos e serviços de grandes empresas, como Ambev (Brahma), Unilever, Sky, Pepsico, Premiere, Centauro.com.br, Rede de Hotéis Arco, Méliuz e Bic, empresas parceiras do Movimento por um Futebol Melhor.