Zidane teve o primeiro tropeço pelo Real

Zidane concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira (Foto: Cristina Quicler / AFP)

LANCE!
15/04/2016
13:37
Madri (ESP)

A classificação para as semifinais da Liga dos Campeões deu um novo gás ao Real Madrid nesta reta final de temporada. Somado a isso, a equipe voltou a sonhar com o título do Campeonato Espanhol, depois de tropeços do Barcelona. Na competição europeia, o próximo adversário é o Manchester City. Questionado se os Merengues deram sorte no sorteio da manhã desta sexta-feira, Zidane foi enfático.

- Não concordo com isso. Olhe para o Wolsfburg, em um jogo que perdemos por 2 a 0 na ida e foi muito difícil. Não quero ouvir isso. Para passar, temos que jogar contra aqueles que cruzam nosso caminho. Vejo três adversários fortes - afirmou o treinador, em entrevista coletiva.

No Espanhol, o Real Madrid segue em terceiro, mas agora somente quatro pontos atrás do Barcelona. Há duas rodadas, eram dez. Neste sábado, o Real Madrid visita o Getafe. Zidane garantiu que não vai poupar o astro Cristiano Ronaldo.

- O Cristiano... sempre foi assim. Faz algum tempo em que ficou sem gols, mas com o Cristiano nunca precisa se preocupar. Ele está muito feliz e à vontade com todos, não apenas comigo. Está feliz com todos os funcionários e isso é visto no rosto. Vamos tentar fazer com que todos os jogadores estejam sempre à vontade.

Benzema
Benzema está triste, diz Zidane (Foto: AFP PHOTO)

Zidane também teve que responder a perguntas sobre Benzema. O atacante francês não participará da próxima Eurocopa, que será disputada em seu país, de 10 de junho a 10 de julho. 

- Falei com ele. Não entro no mérito da decisão da Federação Francesa de não convocá-lo, mas o jogador está tocado, triste e decepcionado. Ele queria ir. Poderia trazer coisas para a equipe porque ele é um grande jogador. Eu tenho que dar toda a confiança a ele para continuar indo bem. Não vou comentar se é certo ou errado.

Benzema está afastado desde novembro da seleção francesa, quando foi acusado de tentativa de chantagem a Valbuena por causa de um vídeo íntimo. A Justiça do país chegou a suspender parte das restrições legais que tinha sido imposta ao jogador. A decisão aproximou o atacante do treinador Didier Deschamps, que não conseguiu fazer o presidente da Federação Francesa de Futebol, Noel Le Graet, mudar de ideia. O centroavante do Real Madrid segue sendo investigado.