Bruno Uvini

Zagueiro crê em recuperação do Twente (Foto: Divulgação)

RADAR/LANCE!
02/02/2016
13:06
Enschede (HOL)

Desde o reinício da liga holandesa no dia 15 de Janeiro, o Twente, clube do zagueiro brasileiro Bruno Uvini, vem dando a entender que não repetirá a fraca campanha realizada no primeiro turno da competição. A vitória por 3 a 1 sobre o Utrecht no último domingo, além de tirar o time da zona de rebaixamento após várias rodadas, confirmou a evolução da equipe no campeonato. Uvini comentou a vitória e falou sobre a confiança trazida com mais uma boa atuação.     

- Nós começamos a partida já exercendo uma forte pressão sobre eles e aos oito minutos já tínhamos uma vantagem de dois gols. Terminamos o primeiro tempo vencendo por três a zero e a diferença poderia ter sido ainda maior. Na segunda etapa procuramos nos poupar um pouco, até mesmo em função dessa partida ser a terceira em uma semana, o que é incomum por aqui. Como era previsível, nos 45 minutos finais do jogo eles partiram para o ataque mais incisivamente pois essa era a úncia alternativa que possuíam naquela circunstância. Administramos bem o placar até o final, e excetuando-se o gol que sofremos, eles não tiveram nenhuma outra grande oportunidade. Saímos de campo felizes pela vitória e também muito satisfeitos pela qualidade da nossa atuação, o que nos deixa bastante esperançosos de fazer um segundo turno bem diferente da primeira metade da competição - afirmou.

Autor do gol que abriu o placar logo aos quatro minutos de jogo, Bruno crê que os confrontos contra o Heerenveen no próximo sábado e diante do Roda no dia 13, serão fundamentais para o destino do Twente na competição. Mesmo sendo visitante nas duas partidas, o atual décimo quinto colocado da liga holandesa deverá, segundo o defensor, entrar em campo com a pretensão de no mínimo, pontuar.  

- Nós vamos enfrentar nas duas próximas rodadas equipes que estão no meio da tabela, que é justamente onde nós queremos  chegar num primeiro momento. O Heerenveen tem dez pontos a mais que nós enquanto o Roda apenas quatro. Se conseguirmos impedir que eles nos vençam, manteremos as nossas chances de ainda alcançá-los na classificação. Se vencermos, será espetacular, pois poderemos ultrapassá-los em algumas rodadas. O momento é decisivo, e estamos absolutamente conscientes disso - finalizou.