Ayew - Tottenham x West Ham

Ayew fez dois gols e comandou a virada do West Ham (Foto: Ian Kington / AFP)

LANCE!
25/10/2017
18:53
Londres (ING)

O West Ham conseguiu uma virada incrível e venceu o Tottenham, no Wembley, por 3 a 2. Os Spurs abriram dois gols de diferença na primeira etapa, mas tiveram um apagão e viram o triunfo dos Hammers, que estão classificados para as quartas de final da Copa da Liga Inglesa.

A vitória deu um ânimo ao técnico Slaven Bilic, que corria o risco de ser demitido do cargo de técnico do West Ham. A equipe não faz boa temporada e está na modesta 16ª colocação do Campeonato Inglês, com apenas oito pontos.

O técnico Mauricio Pochettino deu descanso ao artilheiro Harry Kane, que nem no banco ficou. O comandante também não relacionou o zagueiro Verthongen e o goleiro Lloris. Já Sánchez e Eriksen ficaram como opção.

Com o apoio da torcida, o Tottenham não sentiu falta de Kane no primeiro tempo. Em contra-ataques, deixava a defesa do West Ham atordoada. Em velocidade, abriu o placar aos seis minutos. A defesa saiu jogando rápido e a bola parou com Song na esquerda. Na corrida, o sul-coreano achou Sissoko, que recebeu e bateu na saída do goleiro.

Son e Dele Alli - Tottenham x West Ham
Dele Alli comemora o seu gol com Son (Foto: Ian Kington / AFP)

Ainda na etapa inicial, o Tottenham fez o segundo. Son recebeu na entrada da área e deixou com Dele Alli. O meia inglês ajeitou e mandou no canto de Adrian.

O West Ham voltou com mais vontade no segundo tempo e foi para o ataque, tentando diminuir a todo custo. A tática surtiu efeito logo aos dez minutos, quando Ayew aproveitou rebote do goleiro Vorm após chute da entrada da área.

Ogbonna - Tottenham x West Ham
Ogbonna comemora o gol da virada (Foto: Ian Kington / AFP)

Era o início do apagão que assolou o Tottenham. Novamente com Ayew, o West Ham empatou. Após bate-rebate, a bola sobrou para Lanzini dentro da área. O argentino cruzou para o ganês deixar tudo igual. Mas o que estava ruim para os Spurs, ficaria pior logo em seguida.

Aos 25 do segundo tempo, Lanzini cobrou escanteio e o zagueiro Ogbonna cabeceou firme, sem chances para Vorm. O técnico Mauricio Pochettino, então, mandou o time à frente e colocou Eriksen, N'Koudou e Dembélé. Mas o trio não foi suficiente para furar a agora organizada defesa do West Ham, que garantiu a classificação de forma heroica.