Campeonato Inglês - Arsenal x Leicester

Arsenal derrotou o Leicester duas vezes na Premier League (Foto: AFP/GLYN KIRK)

LANCE!
23/04/2016
21:39
Londres (ING)

Quase sem chances mais de levar o título do Campeonato Inglês - as possibilidades são apenas matemáticas, mas improváveis -, o técnico Arsène Wenger tentou explicar como deixou o troféu escapar do Emirates Stadium. O francês admitiu a culpa por ter ficado para trás, e fez questão de dar os méritos ao Leicester, líder da Premier League.

- É muito simples, somos culpados. E é uma pena que a gente não esteja. Por outro lado, temos que dizer que os pontos não caíram no colo do Leicester, eles conquistaram, eles têm qualidade. Eles têm fome e são eficientes. O meu time também tem fome, mas tivemos que lidar com problemas, além de disputar várias competições - disse Wenger à Sky Sports:

- É verdade que outros times da Premier League são tecnicamente melhores. Mas muitos times tiveram problemas. O Leicester não teve lesões. O Leicester saiu cedo da FA Cup, e temos que dar os méritos a eles. Quando todos esperavam que eles caíssem de produção, não caíram. E quando tiveram que se superar, conseguiram.

Wenger vai colocar o Arsenal no ataque contra o Bayern (Foto: Ian Kington / AFP)
Wenger elogiou o Leicester (Foto: Ian Kington / AFP)

Wenger foi ainda mais longe. Elogiou bastante o fato de o Leicester conseguir juntar jogadores desacreditados e que passaram por dificuldades, e transformar-se em um time vencedor nas mãos de Claudio Ranieri.

- Será psicologicamente interessante estudar o Leicester, é um caso interessante. Há uma teoria que diz que para ir ao máximo absoluto de seu talento, você precisa sofrer na vida. Ao olhar para as carreiras desses jogadores, ninguém teve uma trajetória óbvia. Ninguém começou com um tapete vermelho jogando a Liga dos Campeões aos 18 anos - filosofou o francês:

- Esses jogadores tinham o sonho que era fácil de alcançar. Mas quando chegam nesta posição, estão prontos para a luta. Essa é a lição da temporada do Leicester. Talvez não seja o time mais técnico, mas eles encontraram uma forma e conseguem ser eficientes, e mostram uma qualidade mental de topo.

Acostumado a comandar o Arsenal na Liga dos Campeões, Wenger ainda falou sobre a estreia do Leicester na competição. O time de Claudio Ranieri já garantiu matematicamente a sua classificação, e o francês lembrou que os Foxes vão precisar se acostumar com o torneio europeu.

- Na Liga dos Campeões, se eles não tocarem a bola, será difícil. Quando se corre atrás da bola na quarta-feira contra o Barcelona e depois outra vez no sábado, será mais difícil. Eles precisarão se adaptar. Não sou inteligente o suficiente para dizer o que vai acontecer, mas dou os parabéns a eles - concluiu Wenger.