RADAR/LANCE!
30/05/2016
14:43
São Paulo (SP)

Sem clima para voltar ao Corinthians e ainda na expectativa de renovação ou não do contrato de empréstimo com o Chelsea, Alexandre Pato deixou claro que não tem como prioridade voltar ao futebol brasileiro. 

Em entrevista concedida ao programa "Seleção SporTV", o atacante, que tem vínculo com o Timão até o fim deste ano e está emprestado aos Blues até o dia 30 de junho, disse que não quer sair da Europa, revelando ainda que aceitaria jogar em ligas menos expressivas no Velho Continente - como a Portuguesa e Russa.

- Neste momento, só me resta esperar, já que o Chelsea não sinalizou se vai querer renovar meu vínculo. Mas eu quero ficar na Europa. Minha cabeça está somente lá e eu aceitaria, sim, jogar em ligas menores. Se não tiver propostas, voltarei para cá (Brasil) - disse o jogador. 

No clube londrino, Pato teve pouquíssimas oportunidades. Em aproximadamente seis meses, o camisa 11 atuou apenas em duas oportunidades - e marcou um gol -, mas afirmou que não se arrependeu de ter ido jogar pelos Blues.

Alexandre Pato
Pato atuou apenas durante 131 minutos nos Blues (Foto: AFP)

- Não me arrependo. Fui recebido muito bem lá, mas o problema é que fiquei muito tempo parado. A proposta só apareceu em janeiro e eu nem pensava em ir para o Chelsea - frisou Alexandre Pato, que ainda revelou uma conversa que teve com Guus Hiddink, seu antigo comandante.

- Quando vi que não estava tendo uma oportunidade para jogar, cheguei no treinador e expliquei a minha situação de empréstimo. Disse para ele que queria uma oportunidade para mostrar o meu futebol. Ele foi muito sincero e comentou comigo que seria difícil eu ter chance, já que ele já estava com o grupo fechado e o Chelsea estava em um período decisivo na temporada. FIco um pouco triste por não ter tido mais oportunidades - salientou.

As declarações de Pato sobre o desejo de ficar na Europa foram feitas no mesmo dia em que há informações do do Blog do Janca, do LANCE!, que ele teria sido oferecido para Flamengo, Atlético Mineiro, Internacional e Sport.