Villarreal x Levante (Foto: Jose Jordan/AFP)

Castillejo celebra o segundo gol do Villarreal sobre o Levante, neste domingo (Foto: Jose Jordan/AFP)

LANCE!
28/02/2016
09:59

O Villarreal recebeu o Levante na manhã deste domingo, goleou em casa e encostou no Real Madrid no Campeonato Espanhol, mantendo vivo o sonho de conquistar a classificação à fase de grupos da Liga dos Campeões. Com um gol do brasileiro Leo Baptistao, de Samu Castillejo e um de Adrian, a equipe do técnico Marcelino Garcia venceu por 3 a 0. Com o resultado, o Villareal chegou a 52 pontos, dois atrás do Real, terceiro colocado. Já o Levante, permaneceu com 20 e vê a briga para sair da zona de rebaixamento cada vez mais complicada.

Na próxima rodada, o Villarreal enfrenta o Celta de Vigo, enquanto o Levante terá pela frente o Real Madrid.

O Villarreal começou a partida aplicando uma pressão, mas errando alguns passes no campo de ataque, o que impedia que as investidas fossem mais objetivas. Porém, logo aos 12 minutos, a torcida presente pode celebrar, quando Leo Baptistao fez um bonito gol. O brasileiro recebeu em profundidade na área e, junto à linha de fundo, conseguiu fazer um drible e bater para o gol.

A abertura no placar fez a equipe da casa ficar ainda mais à vontade, conseguindo ganhar espaço no campo de ataque e construir boas jogadas. Ampliar a vantagem era questão de tempo e aconteceu aos 30 minutos, quando, em uma trama que começou ainda no campo de defesa, Castillejo recebeu sem marcação na área e só teve o trabalho de escolher o canto.

No fim do primeiro tempo, o Levante teve mais a posse de bola, mas mais por segurá-la no meio de campo que propriamente avanços que assustassem o adversário.

O árbitro havia acabado de apontar o início do segundo tempo e os torcedores do Villarreal já viram a equipe marcar mais um. Aos três minutos, Adrian recebeu na intermediária ofensiva, nas costas da defesa, avançou e bateu na saída do goleiro Marino, praticamente decretando o triunfo.

Com o terceiro gol, o ritmo da partida mudou. Enquanto o Villarreal já entendia que os três pontos estavam assegurados, o Levante parecia saber que virar o placar era algo muito complicado. E a missão que já era difícil, ficou ainda pior após a expulsão de Navarro, aos 11 minutos. Diante disso, o Villarreal soube administrar e o Levante apenas esperou o tempo passar, sem levar perigo ao adversário.