Bakambu - Villarreal x Sparta Praga

      Bakambu celebra no El Madrigal. Ele marcou os dois gols do Villarreal contra o Sparta (Foto: Jose Jordan / AFP)

LANCE!
07/04/2016
17:57
Vila-real (ESP)

O Villarreal saiu em vantagem por uma vaga nas semifinais da Liga Europa. O quarto colocado do Campeonato Espanhol justificou o favoritismo diante do até então invicto Sparta Praga e derrotou a equipe da República Tcheca por 2 a 1, nesta quinta, no El Madrigal, pelo jogo de ida das quartas de final da competição. Bakambu, agora vice-artilheiro da Liga com sete gols, marcou os dois gols do Villarreal.

Com o triunfo diante do seu torcedor, o Villarreal joga por um empate na próxima quinta, dia 14, para ir à semifinal da Liga Europa ou em caso de derrota por um gol de diferença, desde que seja a partir de 3 a 2. Já o Sparta Praga avança caso vença por 1 a 0 – por conta do gol marcado na Espanha – ou por qualquer triunfo por dois ou mais gols de diferença.

PRÓXIMOS JOGOS

O Villarreal volta a atuar no próximo domingo, quando receberá o Getafe, no El Madrigal, pela 32ª rodada do Campeonato Espanhol. O time ocupa a quarta colocação e vai se garantindo na última fase de play-offs da próxima Liga dos Campeões. Já o Sparta Praga, vice-líder do Campeonato Tcheco, receberá o Jablonec, um dia antes, pela 24ª rodada da competição. O time vai se garantindo na terceira rodada do play-off.

VILLARREAL SAI NA FRENTE, MAS SPARTA EMPATA

O Sparta Praga que surpreendeu ao eliminar a Lazio com direito e goleada em Roma e vinha invicto na Liga Europa ao longo dos 12 jogos feitos garantiu o primeiro gol ao Villarreal logo aos três minutos. O goleiro Bicik recebeu um recuo, mas finalizou em cima de Bakambu, que marcou pela sexta vez em dez jogos na competição. Melhor presente impossível para o Submarino Amarelo.

Com mais posse de bola, volume de jogo e em vantagem, o Villarreal passou a ter um rival atuando com uma linha de cinco na defesa e oferecendo seu campo. As chances de gol foram aumentando com o passar do tempo. Castillejo, Soldado e Bakambu desperdiçaram boas oportunidades diante de um Sparta Praga que levava perigo ocasionalmente graças, principalmente graças a Konate. Eis que, aos 49 do primeiro tempo, o time tcheco foi eficaz. Cobrança de escanteio, falha de Mario Gaspar na marcação e cabeçada de Brabec.

Gol de Brabec - Villarreal x Sparta Praga
       Sparta marcou com o zagueiro Brabec (Foto: Jose Jordan / AFP)

SUPERIOR, VILLARREAL CONFIRMA A VITÓRIA

Superior no primeiro tempo, o Villarreal voltou para a etapa final com uma postura ofensiva, tentando envolver o Sparta desde os primeiros minutos. Mario Gaspar acertou o travessão logo com um minuto. Era o prenúncio da pressão do time da casa. O gol que fez justiça ao bom desempenho do time veio aos 19. A boa trama iniciada por Bruno Soriano e que passou por Denis Suárez terminou com a finalização de Bakambu, que passa a dividir a vice-artilharia da Liga Europa com Aubameyang, do Borussia Dortmund. Ambos somam sete gols.

O Sparta Praga não mostrou repertório suficiente para buscar novo empate no El Madrigal. Já o Villarral seguiu superior. Denis Suárez, chamando a responsabilidade para si, fez ótima jogada e deixou Bakambu na boa para um hat-trick. Mas, desta vez, o goleiro Bicik fez a sua parte.  Apesar da maior posse de bola na etapa final (62% contra 38%) e de outras nove finalizações, contra apenas uma do Sparta, o Villarreal não conseguiu ampliar. A vantagem poderia ter sido maior, o que deixa o time da República Tcheca com boas chances de buscar a classificação.

FICHA TÉCNICA
VILLARREAL (ESP) 2 X 1 SPARTA PRAGA (RTC)


Local: Estádio El Madrigal, Vila-real (ESP)
Data-horário: 7/4/2016 – 16h05
Árbitro: Ovidiu Haţegan (ROM)
Auxiliares: Octavian Șovre (ROM) e Sebastian Gheorghe (ROM)
Cartões amarelos: Jaume Costa (VIL); Brabec, Matejovsky e Nhamoinesu Costa (SPA)
Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: Bakambu, 3'/1ºT(1-0); Brabec, 49'/1ºT(1-1) e Bakambu, 19'/2ºT(2-1).

VILLARREAL (ESP): Asenjo, Mario Gaspar, Bailly, Ruiz e Jaume Costa (Marin, 32'/2ºT); Bruno Soriano, Trigueros, Denis Suárez e Castillejo (Léo Baptistão, 17'/2ºT); Bakambu (Adrian, 38'/2ºT) e Soldado – Técnico: Marcelino García Toral.

SPARTA PRAGA (RTC):
Bicik, Brabec, Holek (Kovac, 28'/1ºT) e Nhamoinesu Costa; Dockal, Marecek, Matejovsky (Lafata, 43'/2ºT), Frydeck e Krejci; Konate e Julis (Fatai, 28'/2ºT) – Técnico: Zdenek Scasny.