icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/08/2015
16:15

A venda de Otamendi para o Manchester City deixou 34 milhões de libras (R$ 185,5 milhões) nos cofres do Valencia, mas também um buraco no sistema defensivo dos espanhóis. Ciente da necessidade de reforços, o proprietário dos 'Ches', Peter Lim, estaria disposto a pagar 25 milhões (cerca de R$ 102 milhões) por Abdennour, do Monaco, segundo o jornal "L'Equipe".

O zagueiro da equipe do Principado entrou em pauta após a negativa de Mangala, do Manchester City, que entraria na negociação por Otamendi. Por coincidência, Peter Lim está em Monte Carlo para acompanhar Monaco x Valencia, que vale vaga para a fase de grupos da Liga dos Campeões. No jogo de ida, na Espanha, vitória por 3 a 1 dos donos da casa.

Além de acompanhar o Valencia, a ideia do magnata é permanecer no Principado para fechar a contratação do zagueiro.

Além de Abdennour, o Valencia quer fechar nas próximas 48 horas a contratação de Denis Cheryshev, que pertence ao Real Madrid. A transferência da dupla depende da vaga na fase de grupos da Liga dos Campeões.

A venda de Otamendi para o Manchester City deixou 34 milhões de libras (R$ 185,5 milhões) nos cofres do Valencia, mas também um buraco no sistema defensivo dos espanhóis. Ciente da necessidade de reforços, o proprietário dos 'Ches', Peter Lim, estaria disposto a pagar 25 milhões (cerca de R$ 102 milhões) por Abdennour, do Monaco, segundo o jornal "L'Equipe".

O zagueiro da equipe do Principado entrou em pauta após a negativa de Mangala, do Manchester City, que entraria na negociação por Otamendi. Por coincidência, Peter Lim está em Monte Carlo para acompanhar Monaco x Valencia, que vale vaga para a fase de grupos da Liga dos Campeões. No jogo de ida, na Espanha, vitória por 3 a 1 dos donos da casa.

Além de acompanhar o Valencia, a ideia do magnata é permanecer no Principado para fechar a contratação do zagueiro.

Além de Abdennour, o Valencia quer fechar nas próximas 48 horas a contratação de Denis Cheryshev, que pertence ao Real Madrid. A transferência da dupla depende da vaga na fase de grupos da Liga dos Campeões.